Perfil:
Joel Vicente De Sousa


Arquivos:

Amigos (0)::

POSTS

Livro: ADI - Avaliação pelo Desenho Inconsciente
27/07/2015 às 14:32

Descrição do livro ADI - Avaliação pelo Desenho Inconsciente é uma técnica de avaliação psicopedagógica para ser trabalhada por todos os professores de todas as séries, dentro e fora de sala de aula. Atendendo às áreas específicas da Pedagogia, Educação Infantil, Psicopedagogia, Psicanálise e Psicologia. http://www.amazon.com.br/ADI-Avalia%C3%A7%C3%A3o-pelo-Desenho-Inconsciente-ebook/dp/B011YGAOXQ/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1438020328&sr=8-1&keywords=JOEL+VICENTE+DE+SOUSA

Comentários



ESTOU DE PASSAGEM
12/07/2011 às 23:39

Estou de passagem

Passagem muito rápida

O tempo gasto no percurso ainda é desconhecido

Sabido porem que não é longo

O inicio da jornada se deu há pouco

Não sei bem por onda já passei

Por onde estou indo também não sei

Não sei contar até o presente qual foi meu lucro

Também não tenho certeza de meu prejuízo

Aproveito o dia para a batalha

Batalho a noite por mais um dia

O meu alimento mesmo saboreado

Com o suor de meu rosto conquistado

Riqueza eu não ajuntei

Daqui nada levarei

Para não ser pesado a ninguém

Todos os dias eu trabalhei

Nasci, cresci e logo morrerei

Certeza que aprendi

Nas veredas que trilhei

Estou de passagem

E quem não está?



Comentários



O REFLEXO
12/07/2011 às 23:19

O que em mim te desagrada

É exatamente o seu eu em mim

Não aceito por inexplicáveis razões

Funciono como espelho

Que reflete sua imagem

E toda imagem ruim que você vê em mim

Imagem que te repugna

Causa desconforto

É criticada e rejeitada

Duramente perseguida

Nada mais é do que sua imagem

Refletida em mim Quando me olhas

Vê exatamente quem você é

E todo sentimento nada mais é do que efeito de reflexo

E se este reflexo te agrada

Então você cuida bem de mim

Elogia-me

Me limpa e protege-me

Mas se este reflexo te incomoda

Então você tenta a todo custo me quebrar como se fosse um espelho ruim

Quando ruim mesmo é a sua natureza revelada pelo reflexo

Logo deverias perseguir a ti mesmo

Se possível destruir você mesmo pelo mal que há em  você.



Comentários



JUSTIÇA
12/07/2011 às 23:05

Receber uma queixa sobre outrem é coisa normal.

O anormal é tomar juízo sem ouvir a outra parte.

A ausência é ousada.

O dito na ausência poderá ser negado na presença.

A voz do povo não é a voz de Deus.

É simplesmente manifestação de um desejo popular.

Sem garantia de justiça.

A política preocupa em dar resposta à sociedade.

Ainda que para isso morra alguns justos.

O sistema deseja manter o poder.

Ainda que para isso sejam destruídas todas as conquistas.

Ignorada toda pesquisa.

Desprezada toda Sabedoria.

Sufocada toda ciência.



Comentários



A MENTE CRITICA
12/07/2011 às 22:52

A história é escrita a partir do ponto de vista de quem a escreve.

O credito da história é dado por aqueles que lêem.

O verdadeiro espírito da história manifesta.

Quando quem ler faça com mente critica.

Quem dá crédito sem analisar ocorrido.

Aceita cegamente o que dizem ou escrevem.

São candidatos ao eterno engano.



Comentários



Assim me realizo
12/07/2011 às 22:45

O presente da vida está embasado no nosso passado e na perspectiva de futuro.

A esperança da vida acontece no nascimento de uma criança.

No desenvolver de uma planta e no saborear de seu fruto.

No curtir de uma praia, no banho em um rio ou numa pescaria.

No trabalho de nossas mãos, no alimento de cada dia.

Assim vivo a vida, com esta vida me realizo.

 



Comentários



SEREI
22/04/2011 às 22:34

Sei quem sou?

Se me preocupo com que dizem que sou.

Mudo meu jeito de ser.

Se por ventura mudo meu jeito de ser.

Logo não tenho certeza de quem sou.

Se não tenho certeza de quem sou.

Logo não sei quem sou.

Por ventura me conheces?

Sabes me dizer quem sou?

Por ventura sabes quem você é?

Acho que não sabe quem és?

Mas opinas sobre quem sou.

Sei quem fui?

Em minha opinião teria feito coisas boas.

Mas alguém diz que o que fiz foi mau.

Se pensas que fiz mal.

Já não sei se era bom o mau o que fiz.

Logo não sei se eu era bom ou mau.

Logo já não sei que eu era.

Sei quem serei?

Se não sei quem era.

Não sei quem sou.

É possível adivinhar o que serei?

Se por ventura chegar ao serei.

Mas sei quem sou.

Conheço meus limites.

Sei quem fui.

Conheço meu passado.

Sei de meus sonhos.

Minha dedicação.

Minha fé em Deus.

Sei que o futuro só pertence a Deus.

Portanto serei o que serei.

Segundo a vontade de Deus.

De minhas convicções.

Dedicação



Comentários



SAUDADE N√ÉO √Č IGUAL
22/04/2011 às 21:25

 

Hoje acordei pensando em você.
De tempos que a ti pude ter.
Tive saudade.
De nosso amor e amizade. 
Saudade de você.
Pelo teu cheiro e prazer.
Não uma saudade qualquer.
De simples ou sapeca mulher.
Que passou por minha vida.
Sem deixar rasto feminino atrevida. 
Mas, saudade, saudade de verdade.
Não de uma fazenda ou cidade.
Minha saudade é daquela que não passa.
Nossos momentos são lembranças que em minha mente repassa.
Não importa quanta dor.
O tempo e a distancia não pôde sufocar este amor.
Dor que esmaga o coração.
De um amor impossível ilusão.
Dizem que a saudade são todas iguais.
Somos homens e não animais.
Que absurdo.
Quem disse isso não tem coração.
Se não mudar de opinião.
Provavelmente não terá perdão.
Não é mesmo.
A razão de não mais nosso amor viver.
Esta acima de meu poder.
Ainda assim meu corpo geme por você.
Mesmo que toda minha força esgotasse.
Tentando te esquecer.
Não teria eu empreitada bem sucedida.
Por nosso amor em meu coração achar guarida.
Como andarinho entre povos.
Estando só, rodeado de tantos.
Na busca de novos encantos.
Trazendo na bagagem lembranças.
Cheia de saudades e esperanças.
Caminho trilhado.
Por labareda passando.
Por estrada sem rumo andando.
Com meus pés já cansados.
Trago no meu corpo a marca do tempo.
Cada ruga e cabelo branco.
É testemunha do quanto te amo.
Outra importuna testemunha.
De minha fraqueza e força.
A saudade que sinto de você.
 
 

 



Comentários




16/11/2010 às 16:05

 

DIFICIL ACEITAR

 

Vejo o que vejo porque assim me ensinaram a ver.

Penso o que penso porque assim me ensinaram a pensar.

O tempo todo alguém me induz a ver de outra forma ver.

De outra forma pensar o pensamento dos outros.

A mídia me iluda com falsa realidade.

Manipula as massas.

Fujo das massas tentando ser quem sou.

Não me deixando manipular.

Mas talvez esteja já manipulado.

Pela minha igreja, meu time de futebol ou partido político.

Posso estar manipulado pelas idéias dos grandes pensadores.

Pela experiência empírica a mim transmitida.

Meu avô viu e pensou e assim seu filho ensinou.

Meu pai como meu avô assim me ensinou.

Eu como meu pai assim meu filho ensinei.

Nas rebeldias de meu filho o grito por liberdade.

Em suas afirmações dizia: - com meu filho diferente serei.

O tempo passou o reflexo dele como pai é o que sou.

Sou mais de meu pai do que de mim mesmo.

Logo quem sou?

Todos querem se conhecer.

De seus fantasmas se livrarem.

Seu próprio pensamento pensar.

Sua própria vida viver.

Que ilusão.

Porque até o autoconhecimento te jogará para um condicionamento.

Até os que te aconselham ou ensinam estão presos ao seu próprio passado.

Tem seu próprio jeito de ver e já estão manipulados de alguma forma.

Meu terapeuta tem o jeito e a técnica de algum pensador.

Logo ele não é ele e sim seu guru.

Meu líder quer que eu pense como ele.

Meu patrão quer que eu vista a camisa da empresa.

Você sabe o que quer dizer vestir a camisa da empresa?

Hahahahah é pensar como a empresa, ver como a empresa.

Sócrates disse: - “conhece-te a ti mesmo”.

A pergunta é será que ele o conhecia?

A maior angustia é ser aceito em um grupo.

Para ser aceito em um grupo tenho que me identificar com o grupo.

Pensar como o grupo.

Esvaziar-me de mim mesmo para ser aceito.

Esvaziar de mim e de tudo que me impuseram.

Que vantagem há nisso?

Dizem os pensadores tudo que lhes ensinaram.

Logo na verdade fica difícil saber quem pensou.

Uma forma de me avaliar é ver o conceito que outras pessoas fazem de mim.

Mas cada pessoa pensa o seu pensamento.

Cada pessoa foi condicionada a ver como seu condicionador.

Logo cada um tem o jeito de viver e ver a vida.

Nela há muita hipocrisia.

Logo ser você mesmo é um risco social.

A motivação para quase todas nossas ações segundo Freud é o Heros.

Heros é o principio do prazer.

Tudo que faço tem que ter prazer.

O que me dá prazer pode aborrecer você.

O que te dá prazer pode me aborrecer.

Logo para conviver juntos um tem que do prazer abdicar.

Abdicar é quase impossível.

Então o prazer escondido vai praticar.

E diante da sociedade um hipócrita me tornar.

Durante a longa jornada de minha vida.

Muitos segredos vão acumular.

Pelos segredos e assuntos mal resolvidos.

Algumas doenças psicossomáticas vão somatizar.

Um terapeuta vai precisar.

Talvez um seja mais neurótico ou mais doente do que você.

Nunca vai saber.

Assim vou procurando me conhecer.

Para conhecer melhor você.

Ainda que é muito difícil de me achar neste emaranhado.

De conteúdos impostos.

De conceitos humanos e sociais.

Entender porque eu faço ou você faz algo não é muito difícil.

O difícil é aceitar.



Comentários



A JORNADA
03/11/2010 às 12:42

 

Quando as luzes se apagam.
O reino é o da escuridão.
O que era já não é.
Tudo que foi feito é trago em juízo.
Os valores tornam-se sem sentido.
Todo seu trabalho vira pó.
Todo seu suor evapora.
Todos seus gemidos se perdem.
De tudo tomará posse os que vêm após você.
Não se lembrará de você.
Comerá toda tua produção.
Pisará o seu lagar.
Por isso antes que as luzes se apagam.
Viva intensamente a vida.
Não estresse com qualquer coisa.
Valorize o seu hoje.
Não se desgaste tentando ajuntar riquezas.
Depois de sua partida outros tomará posse de tudo que é seu.
Em alguns casos seu concorrente ou inimigo.
Aprenda diverti-se.
Porque não sabes o dia de tua partida.
Visite lugares que sempre sonhou.
Come a comida de teu desejo.
Faça coisas que lhe dão muito prazer.
Não economize demais.
Para onde vai o dinheiro não tem valor.
Seja honesto sempre principalmente contigo mesmo.
Não tenha inveja dos homens sem piedade.
Que ajuntam riquezas desonestas.
Seja sempre você mesmo.
Não esqueça que sua vida aqui é breve.
Você está de passagem.
Não deixe que nada te impeça de continuar viajando.
Como os tolos que trabalham demasiadamente pensando que são eternos neste mundo.
Nem como o preguiçoso que é pesado ao seu semelhante.
As coisas boas serão levadas contigo.
Alegria de uma vida vivida com vida e prazer.
 Evite o ódio.
Ame sempre.
Confie em Deus.
 


Comentários



NÃO TENHA MEDO
17/10/2010 às 01:49

 

Não tenha medo de você.
Por mais que não entenda a ti mesmo.
É o único responsável por você mesmo.
Não tenha medo de ser você mesmo.
A vida de ator é cansativa.
Mais cedo ou mais tarde descobrirá quem você realmente é.
Não tenha medo da solidão.
Porque você nunca estará totalmente sozinho.
Não tenha medo de cair ao longo do caminho.
Cair é do homem e o levantar é de Deus.
Quantas vezes você cair Ele te levantará.
Não tenha medo do deserto.
Nem do calor causticante.
São nestes momentos duros que são escritos as mais belas melodias.
Não tenha medo de errar.
Porque só assim saberás o que é de fato certo.
Com os erros aprenderás.
Não tenhas medo de suas lembranças.
Por mais dolorida que seja.
Estão no passado.
Não tenha medo da saudade.
Elas nos causam dores.
Mas nos traz ao presente pessoas amadas.
Não tenha medo do teu passado.
Se já chegou até aqui.
Porque você já o venceu.
Não tenha medo do seu presente.
Faça do hoje um presente de Deus.
E viva intensamente.
Não tenha medo do seu futuro.
Ele pertence a Deus.
Confia nEle e Ele estará contigo lá.
Não tenha medo de ter medo.
O medo é benéfico.
É um instinto que nos mantém vivo.
Não tenha medo dos problemas.
Eles sempre existiram.
Como a todos resolveu no passado assim será no futuro.
Não tenha medo de chorar.
O choro ajuda jogar para fora toda dor.
E nos aproxima de Deus.
Não tenha medo de sonhar.
Os sonhos nos dão esperança.
E podem se realizar.
Não tenha medo de se arriscar.
De uma chance a você mesmo.
De auto se realizar.
É melhor errar tentando.
Do que a incerteza de nunca arriscar.
Não tenha medo de acreditar no que faz.
Dá certo para todos.
Você não é pior do que ninguém.
Não tenha medo de tentar de novo.
Nunca é tarde para começar.
Nem para recomeçar.
Não tenha medo da vida.
É uma dádiva de Deus.
Ele estará contigo durante todo o percurso.
Não tenha medo de esquecer os amigos.
Se isso acontecer.
Certamente não sofrerás com a saudade.
Não tenha medo de ser esquecido por alguém.
Novos amigos serão acrescentados.
Alguém sempre se lembrará de você.
Não tenha medo de amar.
Se der tudo certo serás muito feliz.
Se der algo errado terá a oportunidade de amar de novo.
Não tenha medo dos desencontros.
Certamente ocorreram.
Mas sempre nos encontramos e reencontramos.
Não tenha medo de sorrir.
O sorriso abre muitas portas.
Faz bem a alma de quem sorrir e a todos a sua volta, não custa nada.
Não tenha medo de olhar nos olhos.
Neles está estampada a alma de cada ser vivo.
Ajuda a evitar a mentira.
Não tenha medo de ser gentil e educado.
Podes até irar.
Mas nunca trate ninguém com rispidez.
Não tenha medo de estender as mãos.
Ajudando alguém hoje.
Serás ajuda por alguém amanhã.
Não tenha medo de abraçar.
O toque é maternal.
Ajuda trocar segurança.
Não tenha medo de ser carinhoso.
Quem dá carinho recebe carinho.
A troca de afeto é prazerosa.
Não tenha medo de ser feliz.
Se a felicidade não for constante a tristeza também não.
Então viva intensamente os momentos felizes.
Eles superaram em muito os momentos tristes.
As coisas às vezes não saem como planejamos.
Mas recebemos muitas bênçãos que não estavam em nossos planos.
Muitas vezes as coisas não são como eram antes.
Poderá ser diferente e até melhor.
Só depende de você.
Não tenha medo.
Nunca estará só.
Aquele que te criou.
Tudo provera.
 


Comentários



AMOR POR TODA VIDA
16/10/2010 às 23:13

O corpo envelhece.

A alma eterniza.

O coração acumula experiência.

Conosco acompanham as lembranças.

Tudo isso é esquecido.

Se nascer o amor.

Que não tem idade.

Nem tempo certo para nascer.

Surdo são os ouvidos.

Cegos são os olhos.

Fraco são as juntas.

Tremulo são os músculos.

Falho a respiração.

Descompassado o batimento cardíaco.

Confuso o cheiro do perfume.

Quase dormente o tato.

Nada disso é barreira para amar.

Na força da adolescência.

O amor é encantado.

Na juventude o amor é incentivando.

Na maturidade o amor é motivado.

Na velhice o amor é escandalizado e admirado.

Se o amor nos dá vida.

Na velhice prolonga a vida.

Nascemos pelo amor.

Vivemos na busca incessante do amor.

Pelo amor sofremos, choramos e sorrimos.

Nada mais justo do que morrer amando.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



VELHO AMOR
16/10/2010 às 22:39

Um velho amor.

Gera saudade.

Saudade gera dor.

Dor gera tristeza.

Tristeza gera lagrima.

Como escapar se o amor é necessário.

Nem todo amor dá certo.

Quando o amor dá errado.

A saudade é certa.

Se a saudade é inevitável.

Então devemos suportar.

Ainda que doa.

Ainda que entristeça.

Ainda que por um momento haja lagrimas.

O tempo curará toda dor.

Alegrará toda tristeza.

Enxugará toda lagrima.

Então só haverá alegria.

Esperança para um novo amor.

Ainda que o passado permaneça.

De vez haja lembranças.

Com a lembrança saudade.

Não importa.

Faz parte de nossa história.

 

Psicanalista.joel@hotmail.com.

 



Comentários



A VIDA
04/10/2010 às 03:06

Bem maior do que eu possa entender.

Por sua grandeza e magnitude.

A vida que tenho é bem mais do que eu possa entender.

Se não posso entender, nem tão pouco agradecer tamanho benefício.

Como posso entender a grandeza da vida?

A vida a minha volta.

A vida que flui e multiplica.

Mesmo na morte há vida.

Morrendo espalhando vida.

Porque a vida é um circulo.

Vai e vem morrendo e vivendo.

Se decompõe enquanto alimenta.

Alimenta estando ainda vivo.

Estando vivo de outro se alimenta.

Mesmo se alimentando de um a outro se alimenta.

A vida é vivida na vida e na morte.

Se vivo nesta consciência.

Logo nesta consciência estou vivo.

Vivo e consciente da vida.

De que não sou dono da vida.

A vida é dona de mim.

Uma dádiva agraciada a nós.

Porem é preciso saber viver e conviver com a vida.

Respeitando toda a vida a nossa volta.

A vida que há em mim é infinita em variedade.

Não a vejo aos olhos nus. Mas sei que está em mim.

Em mim se espalha por dentro e por fora.

Na forma grã negativa e grã positiva.

Já estava aqui antes de mim.

Depois de mim a vida permanecerá.

Quando vivo, vivo com vidas.

Mesmo não entendendo a vida em sua totalidade.

Vou vivendo a vida com vida.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



SOU O QUE SOU
04/10/2010 às 02:12

O que sou não é o que eu era. O que eu era está no passado. O que sou é apenas um breve momento passageiro. O que serei ainda está no futuro. No futuro não há garantias de que estarei lá. Logo o que sou se manifesta que sou agora. Por garantia conte comigo só no agora. O que eu era já passou. Mesmo colhendo frutos do passado o passado é passado. Mesmo colhendo no futuro fruto do meu hoje. O que serei é incerto. Por isso se queres me amar me ame agora. Se quiseres me odiar me odeie agora. Poderás não ter outra oportunidade amanhã. Não me cobres nada do meu passado. Ele já não existe. Não me inclua no futuro. Ele ainda não chegou. Se há alguma coisa certa a ser vivida. Se há alguma coisa a ser discutida. Faça agora porque estou aqui. Porque podes me sentir, me ouvir e me ver como sou. Saber que sou o que sou. Não o que eu era ou ainda serei.

Comentários



A ESTRADA
04/10/2010 às 02:08

Estrada que n√£o andei. Solo que n√£o pisei. Lugares que n√£o vi. Pessoas que n√£o conheci. Saibas que o desejo por ti √© vis√≠vel. Aqueles que me cercam. De datas passadas me conhecem. De estradas por mim trilhadas. Destes alguns ficaram no passado. Outros se perderam ao longo da jornada. Uns j√° n√£o existem. Outros ainda que distantes estejam, permanecem presentes em minhas lembran√ßas. Todos os presentes e ausentes. Os vivos e os falecidos. Os amigos e os inimigos. Os amores e encantos. Todos fazem parte comigo desta jornada. Com inicio porem sem data de chegada. Cheia de sonhos e frustra√ß√Ķes. Sempre em busca de realiza√ß√Ķes. Estrada por onde andei. Saudades por l√° deixei. Lembran√ßa trago comigo. Dos lugares que visitei. Estrada que ainda andarei. Solo que pisarei. Lugares conhecerei. Em minha bagagem levarei. Todas as lembran√ßas de lugares e pessoas que conheci. Em meu corpo as cicatrizes adquiridas na jornada. Dos lugares por onde passei.

Comentários



TEU OLHAR - II
04/10/2010 às 02:04

Olhar nos teus olhos demoradamente. Sem pressa, sem medo, sem vergonha. Ver tua alma e tua beleza contemplar. Desfrutar de tua jovial formosura. Na recep√ß√£o de teus olhos. Vejo que neles h√° contempla√ß√£o. Com carinho me olha. Com desejo me acolhe. Renovado me sinto. Da coura√ßa pesada da v ida. Esquecidas s√£o as tantas primaveras sem flores. Tantos outonos, ver√Ķes e invernos. O que vejo e o que sinto resume em tua presen√ßa. Diante do teu olhar quero ficar. Nem que seja s√≥ mais um pouquinho. Por que sei que quando dele me afastar. A dura realidade voltar√°. Mas de ti n√£o esquecerei.

Comentários



COISA
31/01/2006 às 09:46

Coisa. Tanta coisa a ser dita. Falar coisas um ao outro. Boba palavra sobre coisas. Uma coisa de cada vez. Fazer s√≥ uma coisa. F√°cil n√£o √© fazer coisa. √Č bom, muito bom fazer coisa. Como viver sem fazer coisa? Viu que coisa boa?

Comentários



TINTA NO PAPEL
27/01/2006 às 14:58

A tinta que forma a letra. A letra que forma a frase. A frase que se junta a outra frase. Frase que forma o poema. Poema que expressa sentimentos. Sentimentos bons e sentimentos rui. Para contigo sentimento de amor e carinho. Carinho físico e carinho na ação. Amor e razão brotado em meu coração. Coração que espera por ter esperança. Esperança de te la em meus braços. Não só em meus braços. Mas em todo meu corpo. Tinta que formou estas letras. Escrito neste outrora papel em branco. Organizada em frases. Para que em eu possa declarar. O quanto eu amo você.

Comentários



VAI E VEM DE AMORES
27/01/2006 às 14:55

Vamos sair por ai na busca da liberdade. Amor irresponsável aos olhos da sociedade. Nada preocupa a jornada. Esquecendo todos compromissos agendados. Suave vida incerta para parada. Sem rumo sem destino certo. A certeza de te la por perto. Vai e vem de amores. Amantes de delicias. Nuvem passageira. Espera do amor verdadeiro. Sorriso inocente. Semblante de menina. Amado olhar de mulher. Vida em teu olhar. Ardente chama da atração. Necta em seus lábios. Em teu corpo desejo. Suavidade em sua pele. Sincronia do amor. Assim é você.

Comentários



QUER SER MINHA?
19/01/2006 às 16:42

Quer ser minha? Deixar-me te possuir. Quer ser minha? Um convite irresistível. Quer ser minha? Querer que eu seja seu. Quer ser minha? Ser minha princesa. Ser minha rainha. Quer ser minha? Somente minha?

Comentários



TE AMAR √Č MEU PRAZER
19/01/2006 às 16:41

Vamos amar neste dia maravilhoso. Antes que o dia termina te provo que sou carinhoso. Não perderemos tempo só em prosear. Esta oportunidade aproveitar. Sou seu e tu és minha ainda que não saiba. Sou apaixonado por tudo que tu és. Amor, amar, te amar é meu prazer.

Comentários



TENHO VOCÊ
19/01/2006 às 16:30

Medo da perca. Perder o que nunca teve. Tendo sem ter. Por ter alguém que não sabe que tenho. Logo só eu tenho. Mesmo assim é doce ter. Tenho você.

Comentários



AUTORES DA PALHAÇADA
19/01/2006 às 15:54

Policia para ajudar. Ou policia para atrapalhar. Crise de amor. Ou seção de horror. Desafio lançado em palavras. Por aquela que deveria ser amada. Ofensa sem limite. Por repetida vezes intrigas. Socorro Maria da penha. Quem bate quem apanha. Camuflada por quatro paredes. Longe dos olhos da prateia. Chegada o som ao ouvido. A imagem só na mente. Do fato ocorrendo em tempo real. Guerra do sexo. Batalha conjugal. Confronto sem ringue. Grito feminino desafiava bate se for homem. Gritos ecoam dizendo bate mais. Gritos pedem pare, chega meu amor. Um breve tempo de suspense silêncio. Silêncio quebrado por gemidos. Dos gemidos aos gritos. Fim de espetáculo. Autores da palhaçada. Deixa o cenário como se nada acontecesse. De braços dados. Desfila diante dos olhos da prateia.

Comentários



MATUP√Ā MT
09/01/2006 às 21:17

Imagem bloqueada!



Comentários



LANÇAMENTO DO LIVRO "ADI"
09/01/2006 às 21:02

Imagem bloqueada!

LANÇAMENTO DO PRIMEIRO LIVRO DO PROFESSOR JOEL - TITULO "ADI - AVALIAÇÃO PELO DESENHO INCONSCIENTE".



Comentários



Comunicação Social - Guarantã do Norte MT.
09/01/2006 às 20:50

Imagem bloqueada!

Aula de Psicologia no curso de Comunicação Social na sede da Faculdade Faco em Guarantã do Norte MT. Inicio da aula. por isso ainda estou sentado kkkk



Comentários



Sitio Arqueológico
09/01/2006 às 20:36

Imagem bloqueada!

Prof Joel no sitio arqueológico - faculdade faco - pós em história e arqueologia - Guarantã do Norte MT



Comentários



Lazer
09/01/2006 às 20:27

Imagem bloqueada!

Prof. Joel Vicente e Profa Maria Lemes



Comentários



Férias em Manaus
09/01/2006 às 20:21

Imagem bloqueada!

Prof Joel de férias em Manaus - AM, entrada da praia ponta negra



Comentários



Professor de férias
09/01/2006 às 20:16

Imagem bloqueada!

professor joel de férias no caribe Brasileiro em Alter do Chão a 30 km de Santarém PA



Comentários



ser professor é muito bom
09/01/2006 às 20:12

Imagem bloqueada!

Vida de Professor é parecida com cigano principalmente se tiver 60 horas no setor publico mais o final de semana no pós graduação. Graças a Deus por trabalhar tanto. kkk 



Comentários



Fungo vermelho
09/01/2006 às 20:05

Imagem bloqueada!

 



Comentários



Aula laboratório - Uniube
09/01/2006 às 19:56

Imagem bloqueada!

Não vivo só de poema mas também de Ciência. Estou verificando a reprodução das Briofitas, algas e fungos



Comentários



Não sou caçador, sou cientista.
09/01/2006 às 19:49

Imagem bloqueada!

É o cranio de uma onça pintada uso em laboratório



Comentários



Angiospermas - Biologia - Uniube
09/01/2006 às 19:30

Imagem bloqueada!

 



Comentários



Aula de laborátório no curso de Ciências Biologica
09/01/2006 às 19:23

Imagem bloqueada!

 



Comentários



ESTE SOU EU
09/01/2006 às 16:33

VIVER FUGIR. FUGIR DO NADA. FUGIR DE MIM MESMO. FUGIR PARA ONDE. POR ONDE IR. LA ESTAREI. ONDE DORMIR. LA DORMIREI. TUDO QUE FAZER. EU FAREI. A MELHOR FORMA É ENCARAR. ENFRENTAR MEUS MEDOS. FESTEJAR VITÓRIAS E DERROTAS. POR QUE LÁ ESTAREI. FESTEJAREI QUALQUER UM DOS RESULTADOS. ESTE SOU EU.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM 



Comentários



P√Č
21/05/2010 às 22:07

Comendo p√© de moleque. No caminho ao p√© da serra. Refrescado por um p√© de vento. Substitu√≠do por um p√© de chuva. Com os p√©s descal√ßo. Pisando o p√© do barranco. Decorando o texto ao p√© da letra. Responder ao p√© do ouvido. Para n√£o haver p√© de briga. Pula de um p√© s√≥ o Jos√© perneta. Com ci√ļme do p√© de pano. De sua senhorinha ao p√© do fog√£o. Cobra do diarista a perman√™ncia ao p√© do eito. Chama de pregui√ßoso o p√© de cama. O mais terr√≠vel √© o p√© de cana. Intoler√°vel √© o p√© de atleta. Os mais feios √© o p√© de pato. O que diria o p√© de pav√£o. O p√© de anta ou o de gavi√£o. P√© de donzela. Ao p√© da mesa. Repousa no p√© da cadeira. Quase tudo tem p√©. Nem todos andam com os p√©s. Alguns p√©s s√£o r√°pidos. Outros p√©s s√£o fixos. Uns p√©s s√£o imagin√°rios. Outros p√©s s√£o f√≠sicos. Outros p√©s ainda figurativos. P√©s que andam sobre as √°guas. P√©s que palmilha do ch√£o. P√© da cidade e do sert√£o. Na dan√ßa o p√© de valsa. Na cozinha o p√© de sebo. Na √°gua o p√© de molho. S√£o tantos p√©s citados. Outros p√©s esquecidos. O mais r√°pido dos p√©s. Pertence ao cora√ß√£o apaixonado. Que no mundo da paix√£o vive com os p√©s atolados.

Comentários



SER PROFESSOR
11/05/2010 às 23:10

Ser professor é amar. Sorrindo, chorando. Mas sempre ensinando. Ser professor. É conduzir outros ao conhecimento. Ser mediador. Ser psicólogo. Ser sacerdote. Ser pai e conselheiro. Ver envelhecer no outro que cresce. Ser professor é gerar vida critica. É matar a ignorância. Despertar para o direito. Ensinar o dever. Ser professor é. Estar consciente de sua missão. Sabe aonde quer chegar. Sabe como chegar. Sabe quando chegar. Ser professor. Nem sempre é ser entendido. Nem sempre ser bem pago. Nem sempre ser valorizado. Ser professor. É gostar de aprender. É viver para aprender. Viver em prol do aprender. Ensinar é apenas uma conseqüência.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



QUANDO FALTA INSPIRAÇÃO
11/05/2010 às 22:50

Quando falta inspiração. Não há coisa bela a ser dita. Nem mesmo escrita. Assim mesmo escrevo algumas linhas. Este é o jeito de me encontrar. Exprimir o que sinto mesmo sem entender. Como se olhasse ao espelho. Descarregando enxurrada filosófica. Sem ouvido sem tédio. No aço gélido imagem refletida. Do real quente corpo. Carente e necessitado. Não há belas palavras. Turvos pensamentos. Quem possa entender. Senão aqueles que este dilema. Vivem sem escolha a imposição.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



ELA PENSOU QUE ME AMAVA
11/05/2010 às 00:16

Ela pensou que me amava. O amor é longânimo. O dela era curto. O amor não se exaspera. O amor dela era violento. O amor não se arde em ciúme. No começo o amor dela era ciumento. O amor tudo suporta. Ela não suportou nem eu nem meu amor. O amor tudo espera. O amor dela não esperou nadinha.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



O AMOR CONFUNDE O CORAÇÃO
11/05/2010 às 00:06

Amar é coisa confusa. Porque confunde o coração. Amar é repartir a pessoa amada. Querer só para você é egoísmo. Querer ter domínio é possessão. Ter medo de perdê-la nasce o ciúme. O ciúme nasce à inquietação. O que era paixão vira confusão. O belo amor confunde o coração.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



MELANCOLIA
10/05/2010 às 23:57

Quarto quadrado. Quadras paredes. Paredes brancas e azuis. Por insônia constante. Velada por uma lâmpada. Registrou tais cores. Cada centímetro deste espaço. Palmilhado por pés ou olhar. Na tentativa de fuga desesperada. Dos insanos pensamentos. Repetidas vezes. O forro do teto é contado. A janela fechada nenhuma novidade. Olhar firme na porta fechada. Pela porta que entra sai. Na cama deitado não dorme. Sem força não se levanta. As horas passam como eternas. O dia desejado não vem. A noite parece velório. Por ele velado. Velado seu próprio corpo. De vivo morto vivo. Talvez lhe falte um amor. Que lhe desperte paixão. Para lhe tirar da solidão. Respostas não têm. Para tal melancolia.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



QUANDO PENSO
10/05/2010 às 23:26

Quando penso na vida. Em tudo que sonhei. Dos sonhos alcançados. Dos sonhos frustrados. Do que sonhei ser. Do que sou sem sonhos. Quando penso na vitória. Lembro de muitas derrotas. De muitas dores. De muitas fadigas. Todas passaram. Penso que sou feliz. Não esqueci as tristezas. Que por muito me assombraram. Alegro-me por serem passageiras. Se não fui sempre feliz. Graças a Deus que não fui sempre triste. Quando penso que penso. Confundido fico no meu pensar. O real se fundo ao imaginário. Meu ontem se mistura ao meu amanhã e meu hoje. Dado momento sou rei. Sou herói ou justiceiro. Saudável e forte. Rico e poderoso. Sábio e inteligente. Amado e carinhoso. Jovem e eterno. Confuso volta à realidade. Lembro que sou quem sou.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



GRATO
10/05/2010 às 23:24

Por tudo que vivi. Abundante vida. Na riqueza e na pobreza. Na escassez e na fartura. Por tudo que aprendi. Lendo, ouvindo e fazendo. Por tudo que pensei. Por mim mesmo. Pelos mestres que me ensinaram. Pelos livros que li.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



NUNCA ESTIVE S√ď
10/05/2010 às 23:22

Nunca estive só. Fui ajudado na fraqueza. Fui motivado no desanimo. Fui curado na doença. Fui carregado na dor. Fui alimentado na fome. Fui saciado na sede. Fui elogiado em meus feitos. Fui criticado em meus erros. Fui rejeitado ao amar. Fui amado mesmo sem amar. Desejei sem ter. Tive sem desejar. Fui desejado sem desejo. Tudo isso só é possível acompanhado. Fisicamente ou imaginariamente.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



ADMIRANDO A LUA
10/05/2010 às 22:47

Estás longe. Fora de meu alcance. Convicto de tua grandeza. Admiro sua realeza. Às vezes parece maior. Seu brilho é majestoso. Inspira o amor. Às vezes apresenta menor. Pouco é seu brilho. Como se não houvesse sorriso. Recebe o nome de minguante. Novamente volta brilhar. Então recebe o nome de nova. Sua força gradativamente aumenta. Então te chamo de crescente. Está sempre rodeada por muitas amigas. Amigas chamadas estrelas. Multidão de admiradoras brilhantes. Eu só um anônimo. Perdido na imensidão. Admirando seu brilho. Sua grandeza. Todas as noites no meu sertão.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



P√ČS DESCAL√áOS
10/05/2010 às 22:21

Pés descalços. Pisando sobre a lama. Lama de terra branca. Terra molhada pela água. Água do riacho fundo. Que de fundo só tem rasura. De rasura se vê o fundo. Vê-se o fundo pela clara água. Seu leito é estreito. Barranco quase ausente. Pouca água espalhada. Terra seca sedenta. Saciada por tal leito. Em cada curva um buriti. Atrai o sertanejo. Do suco do fruto o desejo. Ardente escalada. Posse do fruto troféu. Gratuito sacrifício pago. Na alegria da conquista. Regozijante joga o cacho de coco nas costa. Como entrou deixa o Oasis. Em meio à terra seca e sedenta. Cortada por um riacho. Cortado por pés descalços.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



AMOR RACIONAL
05/05/2010 às 17:54

Quando os meus tornam teus. Quanto os teus tornam meus. Quando o que sou torna quem tu és. Quando o que tu és torna quem sou. O que já era ainda é. O que ainda será já é. Confesso que amo você. Presente inexistente. Alicerçado no passado. Na expectativa do futuro. Vivendo os instantes mágicos. Amo você. Aproveitando todo o prazer. Irracional e delirante paixão. Sem medo e sem pudor. Liberando toda nossa loucura. Deixando acontecer profundas caricias. Despertando o embriagante desejo de ter. No auge do prazer possuir você. Como eu amo você. O racional se confunde. Quando dois corpos se fundem. Em suspiros, gemido delicia. Até o teto do clímax. Explosão de paixão e prazer. Que delicia amar você. O retorno suave do irracional ao racional. Do clímax ao relaxamento. De volta ao normal. Contemplo teus olhos. Teu corpo ainda suado. Exala o cheiro do amor. Da minha alma e psique. Confesso que amo você. Com todo meu raciocínio e lógica. Confesso que amo você. Mais do que ontem. No meu total hoje. Amo você.

psicanalista.joel@hotmail.comn



Comentários



TENHO INVEJA
04/05/2010 às 11:00

Tenho inveja da água que te banha. Caindo sobre sua cabeça escorre por todo o corpo. Passando por todas as curvas e saliência. Amaciando seus cabelos. Beijando todo seu rosto. Aquecendo em teus quentes lábios. Fazendo o contorno perfeito de seu pescoço. Deslizando sobre seus seios. Cobrindo todo seu ventre. Afagando suas entranhas. Abraçando suas pernas e pés. Que inveja tem eu da esponja que passeia sobre seu corpo. Sobre ela o afago firme de suas mãos. Da suavidade que acaricia seu rosto. Palmilhando sobre sua pele. De seus seios o contorno. Desfrutar o arrepiar e rigidecer. Repetida vezes passa sobre seu ventre. Realizável delicia silenciosa. São os lugares por onde passeias. Desvelando todos os segredos de um corpo. Não há espaço sem cobertura. Hora descendo. Hora subindo. Hora indo e vindo nas laterais. Hora trabalhando em circulo. Tem teu corpo arrastado sobre delicia. Em atrito de gozo e prazer. Não há lugar sem teus beijos. Há que inveja da toalha que te cobre. Pós o banho te suga. Saciando o estio do tecido. Como chuva no deserto. Alegra a alma do nômade. Depois de passear por teu corpo. Visitar curvas e saliências. Absorver o perfume pós-banho. Enrolado sobre teu corpo. Apertado abraço sobre teus seios. Aproveitado cada segundo. Deste curto espaço de tempo. Jogado sobre a cama. Ainda contempla teu corpo nu. O passar do creme hidratante. Ao se perfumar. A maquiagem. O pentear de teus cabelos. Seu corpo começa ser coberto. Primeiro pelo sutiã. Depois pela calcinha. Como é hipnótica a visão imaginária que tenho de ti. Enquanto cada peça de roupa cobre seu corpo. Tenho inveja de tudo que te envolve. De tudo que te toca.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



O FIM √Č APENAS UM COME√áO
29/04/2010 às 21:45

Este não é o fim. Apenas o começo. O pensar pensa por si. Estando em mim ou em ti. O pensar é motivado. Motivei-te a pensar quando você leu o que escrevi. Agora pensa o meu pensar. Não como eu penso. Mas como você pensa pensar. Com seus pensamentos. Tudo começa de novo. Ao encerrar a leitura deste livro. Meus pensamentos saem do papel. E une ao seu pensar. No seu pensar começa tudo de novo. Por isso não é o fim e sim o começo.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



SEI QUE AMO VOCÊ
29/04/2010 às 21:41

Quando perder a emoção de te olhar. Quando teus cabelos não mais acariciar. Quando em teus ouvidos não te declarar. Quando teus lábios não mais beijar. Quando em teus seios não mais me fartar. Quando já não houver mais prazer em te amar. Quando não houver desejo por ti. Quando não sentir mais a sua falta. Quando não houver saudade em sua ausência. Quando não sentir mais o seu cheiro. Quando não enlouquecer com teus carinhos. Quando meu corpo não mais grudar ao seu. Neste dia com toda certeza já não sou. Porque o que sou é em te amar. Te olhar, acariciar, declarar, beijar, fartar, desejar te amar. Doutra sorte não teria razão de ser. Sou o que sou, sei que amo você.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



NASCE A ESPERANÇA DE SER FELIZ
29/04/2010 às 21:39

Abitas mais alto do que posso alcançar. Escondes no mais profundo que posso pegar. Protegido por muro de aço não posso quebrar. No gemido há um surdo grito. Sentimento inexprimível no peito. No rosto triste e abatido. Semblante cansado de sofrer. Não há que possa consolar. Não há um ombro sequer. Onde a cabeça aconchegar. Nem um colo para deitar. Todos que olho são testemunhas. Nunca viram nem entenderam. Ainda assim julgam pelo que pensam. A causa maior da angustia. Não vive do lado de fora. Abita no mais profundo do meu ser. Não posso alcançar nem me livrar. Não posso tocar nem despachar. O disfarce exterior está deteriorando. A verdade interior revelando. Não há quem possa entender esta verdade. Não há quem possa ler este código. Como hormônio endereçado. Não tem efeito fora do alvo a ser alcançado. Esperar por tão incerta conquista. É esmagar oportunidade. O amor pode estar por perto. É chegada da verdade a compreensão. Que em outro coração. Poderei deixar nascer nova paixão. De longa data sofrido amor. Nasce a esperança de ser feliz.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



AUSÊNCIA ESFRIA O AMOR
29/04/2010 às 21:35

Ausência, só ausência. Com tal ação fere meu coração. Ausência só ausência. Assim me tens dado de ti desde minha adolescência. Promessas de amor eterno viraram ilusão. Tua ausência tem sido a paga de minha paixão. Amar só é melhor ficar também só. Melhor só do que mal acompanhado. Melhor só do que viver abandonado. Ter nome de casado e viver ignorado. De saudade vivo minha vida. De espera esperança iludida. De ti não quero nome. Nome eu já tenho. De ti não quero proteção. Porque sei me virar sozinho. Minha espera é tua presença. Por longas datas insiste viver na ausência. Ausência de carinho esfria o amor. Ausência apaga do coração o ardor. Ausência mata a fome do calor humano. A carne é fraca e não suporta por muito tempo o deserto. Necessita de água e alimento. Lembre-se quem não cuida de sua lavoura. Corre o risco de perde La. Cuide de sua cisterna antes que seque. Antes que alguém tome posse dela. Prevenir é melhor do que remediar. Chorar o leite derramado não ajuda recuperar. Desperta desta sonolência afetiva. Acorde para o grande amor que morre. Por fome e sede no deserto de tua ausência. A lavoura de farta paixão que seca no ardor solar de tua ausência. A cisterna que dia a dia baixa o nível da água por abandono de teus carinhos. Troque tua ausência por tua presença. Faça isso agora antes que seja tarde. Porque a fila anda. E eu estou nela.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



APRENDER NÃO TEM FIM
29/04/2010 às 21:31

Viver. Como estou vivendo? Viver e aprender. O que estou aprendendo? Aprender não ocupa lugar no espaço. Nunca deixamos de aprender. Só pararemos de aprender quando morrer. Alguns acham que já sabe tudo. Outros que já sabem o bastante. Uns dizem que já terminou seus estudos. Quinta oitava série, segundo grau ou um curso de faculdade. Outros dizem que já se cansou de estudar. Outros dizem que já são velhos para estudar. Não há idade para aprender. Nem tempo de parar de aprender. Estudar e aprender não tem fim. Só acaba quando morrer. Prosear uma boa conversa. Ouvir uma experiência. Assistir um bom jornal. Ouvir um bom conselho. Observar uma criança. Ler um texto bíblico. Freqüentar uma sala de aula. Escrever uma poesia ou uma carta. Sentar a roda de amigos. Ver o povo passar. Descobrir que cada um anda de forma diferente. Observar um operário que trabalha. Meditar no que constrói. Um pescador que pesca. Contemplar sua técnica, sucesso e frustração. Uma grávida que passa. Meditar sobre a vida que tal vivente carrega. Um pássaro que canta. Que melodia transmite. Uma criança que brinca. Em que imita seus pais. O vento quando sopra. De onde vem e para onde vai. O brilho do sol em sua jornada pelo dia. No nascer, em sua força ao meio dia e por fim no entardecer. A chuva que cai. Mansa ou pesada e enxurrada que arrasta tudo que pode por onde passa. Saborear o alimento da manhã, almoço e janta. Sentir o sabor de cada água diferente que beber. Pois ela tem o sabor de sua fonte. Tudo isso lhe será por aprendizado diário. Em sala de aula isso pela mediação vai para a prática. E seu aprender será sem fim. Com seu aprender ensinará enquanto aprende. Aprender e ensinar não tem férias ou aposentadoria. Isso deveria ser ensinado dês da pré-escola. Para que nós humanos. Não buscasse prazer no fim da faculdade. E sim prazer em eternamente aprender.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



COMO VAI VOCÊ
29/04/2010 às 21:27

Voltei... Para perguntar como vai você. São tantos dias sem lhe ver. Se acha que devo saber. Conte-me como vai você. Não sei se queres que eu saiba de sua vida. Talvez seria melhor não saber. Se de mim queres esquecer. Não compreende assim meu coração. Dificuldade tem de aceitar te perder. Inevitavelmente me lembro você. Não queria incomodar. Por noites sem dormir acordar. No leito fadiga passar. Por sua presença ausente. Resolvi lhe procurar para saber como vai você. Sabendo que vai tudo bem contigo. Alivia minha alma e acalenta o coração. Oportuna é de você minha visão. Suave aos meus ouvidos é tua voz. A saudade é esmagada nos fleches de teu olhar. Ah como amo você. Só preciso saber como vai você.

PSICANALISTAL.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



O CONFLITO
29/04/2010 às 21:25

Alguém disse que se penso logo existo. Se existo e penso logo vivo. Vivo minha vida e a dos outros. Talvez mais a vida dos outros do que a minha própria vida. Alguém disse que somos o que foram nossos pais. Mas ser meu pai seria a ultima coisa que eu gostaria de ser. Gostaria de ter minha própria identidade. Ser eu mesmo. Mas como saber se sou eu mesmo que vivo em mim? Como saber que o que vive em mim não sou eu e sim outro? Seriam minhas as decisões tomadas? Será que não tenho sido apenas uma cópia? Será que o que vejo é realmente o que vejo? Será que o que sinto é realmente meus sentimentos? Atém que ponto tenho me calado para ser aceito? Até que ponto tem sufocado meus pensamentos com medo de não agradar? Até que ponto compensa desagradar? Até que ponto os meus pensamentos são meus? Minha ideologia a mim foi repassada. Logo minha ideologia não é minha. Apenas aceitei. Mas se eu não aceitasse esta ideologia seria eu capaz de criar outra? Não posso dispensar os ensinamentos. Bons e ruins formam o que sou. O que faço ora faço segundo os meus pensamentos que julgo ser meus. Ora faço consciente que faço pela experiência a mim transmitida. Quando não sei por que faço então faço sem saber apenas visando o lucro. O conflito é grande. Não sou o único que tem conflito. Por isso tenho duas escolhas. A primeira é ficar no conflito e não viver minha responsabilidade de assumir minha vida. Assim seria cômoda a posição de vitima. A outra é deixar de se fazer de vitima do conflito e começar a viver. Sem se importar se a vida que vivo é minha ou de outros. Se meus pensamentos são meus ou de meus pais. Se meu comportamento é meu ou apenas um condicionamento. Ninguém vive neste mundo só e isolado. Todos vivem em prol dos outros. Um doando e recebendo do outro. Assim sou o que somos e vivo o que vivemos.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



APRENDER GANHAR DINHEIRO
29/04/2010 às 21:22

Ganhar Dinheiro qualquer um sabe. Gastar dinheiro quase ninguém sabe. Quase todos gastam mais do que ganham. Quase todos estão de alguma forma endividada. Dívidas que não produzem lucros. Alimentado pela falsa sensação de ter dinheiro. Pelo cartão de crédito e cheque especial. É preciso melhorar o nosso ganho. Mas a maior urgência está em aprender gastar dinheiro. Só assim estaremos de fato ganhando mais dinheiro. Vejo muitos que ganham na loteria e depois de rico volta a empobrecer. Vejo muitos que ganham dinheiro rápido e vivem a ilusão de que dinheiro não acaba. Quantos garimpeiros por um período de tempo foram muito ricos e ficaram novamente. Pobres. Quantos cantores, jogadores ficaram ricos do dia para a noite e tornaram ficar pobres. Poderíamos citar inúmero outros exemplos. Tenho certeza de que enquanto você lê está lembrando algum caso semelhante. Então o segredo não é ganhar dinheiro. O segredo é aprender gastar dinheiro.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



QUESTÃO DE OPORTUNIDADE
29/04/2010 às 21:15

Dizem que tudo √© uma quest√£o de oportunidade. Digo que tudo √© uma quest√£o de vis√£o. Digo que tudo √© uma quest√£o de querer fazer e ser. Quantos recebem oportunidade de jogam fora. Quantos ganham escola de gra√ßa do governo e n√£o consegue terminar o primeiro grau. Alguns recebem bolsa de faculdade e desiste no primeiro ano. Quantos passam em concurso p√ļblico e s√£o despedidos por corrup√ß√£o. Quantos deixam seus filhos adoecer por esquecer-se da vacina gratuita. Quantos v√£o morrer de c√Ęncer de pr√≥stata por n√£o fazer o exame por orgulho. N√£o, nem tudo √© uma quest√£o de oportunidade. Tudo √© uma quest√£o de querer.

Comentários



DESABAFO
29/04/2010 às 21:12

É preciso evoluir e ter uma vida pautada no respeito e na ética. Comportamento de ser humano com outras pessoas. Respeito à pessoa humana. Eu tenho o direito de ser respeitado e o dever de respeitar, se procurar somente o meu direito haverá desequilíbrio na balança moral. É preciso rever o conceito de direito isolado do dever. Respeito ao idoso. O idoso deveria ser respeitado em todas as formas de viver. Respeitando a sua condição, a sua saúde, a sua dificuldade de locomoção, a sua experiência de vida. Respeito ao direito da criança. O direito da criança deve ser assegurado a todo custo, afinal criança é criança e não se discute. Mas é preciso impor limites as crianças, afinal criança é criança e precisa ser protegidas até delas mesmos. Há muitas crianças sendo abusada sexualmente por adultos, isto as autoridades tem feito um bom trabalho através de campanhas que alerta e previne o abuso sexual. Até ai tudo bem, mas não justifica que estas mesmas crianças fora de idade para prática sexual pratiquem sexo livre entre elas em nome das descobertas sexuais. Pergunto qual é a diferença em praticar a sexualidade entre menores e entre menor e adulto? Por ventura tudo não é sexo? Espero não estar sendo mal entendido, mas ao final de cada carnaval o numero de adolescentes grávidas é alarmante. Criança cuidando de outra criança, na maioria das vezes o efeito colateral deste ato resulta em super população de crianças em periferias com o mínimo de recurso para sua sobrevivência e educação e ainda na responsabilidade de avós por netos sem pai. Outras vezes estas crianças serão criadas em alfa natos à espera de adoção. É preciso repensar o direito da criança, buscando solução real para que faça cumprir este direito. Em minha opinião nossas meninas precisam ser educadas para ser mulheres, capazes de realizar planejamento familiar. Rever o conceito de educação sexual, e punir toda e qualquer programação ou propaganda que motive publicamente o sexo livre assim como acontece com o cigarro e bebida alcoólica. Rever a educação, em vez de só educar para vida, educar também para o empreendedorismo. Justificando o porque estudar uma matéria. Parar de valorizar pessoas que através da musica, teatro, filme e outras manifestações da arte valoriza a violência, a rebeldia, as drogas, tabacos, bebidas. Assim diria eu que o direito da criança estaria começando ser respeitado. Respeito ao portador de necessidade especial, seja qual for sua necessidade, calçadas próprias, banheiros adequados, socialização com os ditos normais. Oportunidade ampliada para profissionalizar, trabalhar e estudar. Respeito aos enfermos e doentes, triste é a situação do cidadão quando precisa do sistema publico de saúde, é preciso mais respeito com o ser humano, principalmente na hora da dor. É preciso cobrar com mais energia o cidadão quando ele opta por ser político. Para evitar a vergonha que eu sinto quando vejo quem votei ser pego roubando sem nenhum constrangimento de ser chamado de ladrão. Políticos que foram envolvidos em escândalos, dinheiro na meia, cueca, paletó. Tudo filmado, provas concretas. Muitos não foram presos, não foram punidos. Alguns pediram para sair do mandado para não perder o direito de recandidatar. Meu Deus. Esta conduta não é de um Pais democrático. A punição a um individuo que tem tal conduta não enfraquece a democracia e sim fortalece. O povo está clamando por moralização. Todo cidadão deve ter o direito de se defender e será inocente até que prove o contrário, mas nos casos citados a prova que os mesmos são culpados está estampada, não há duvida, já provou a culpa, resta agora a eles tentarem depois de presos provarem sua inocência. Lembro a quem estiver lendo este pensamento que estou apenas desabafando, não estou escrevendo um tratado jurídico. Se você quiser desabafar também se junte a nós e vamos clamar por um País moral. É hora de acabar com antiga frase que dizia “ele roubou, mas fez”. Não justifica em hipótese nenhuma alguém usar o poder para roubar aquilo que me pertence, pertence a minha família, pertence a você cidadão que come através do suor de sua face. O direito de ir e vir deve ser respeitado, a constituição diz que tenho tal direito. Já perdi as contas quantas vezes tive que ficar preso na estrada porque um seguimento da sociedade resolveu fechar uma estrada ou uma ponte. Defendo o direito democrático de manifestação, mas não consigo entender como um seguimento da sociedade pode tirar o direito de outros mil seguimentos de ir e vir. Entendo como poder paralelo quando um poder não governamental toma uma atitude que prejudique outros seguimentos. O direito a propriedade deveria ser resguardado, se tenho uma casa, um sitio ou fazenda foi porque comprei com meu dinheiro que trabalhei para tal, não justifica outra que não pagou tomar posse. Dizem muito sobre a pobreza e justificam aquilo que chamo de invasão ou roubo para tomar de um e dar a outro. O desrespeito para mim é uma “Coisa feia” se sou proprietário o governo e a sociedade deveria respeitar este fato. Não importa qual o tamanho de minha propriedade. Do contrário estipule para os novos proprietários uma quantidade x que posso adquirir e não tomar o que comprei com meu suor. Para a reforma agrária o certo é o governo comprar as propriedades e realizar os assentamentos e não permitir sem punição a invasão de propriedades legalmente registradas e produtivas. Antes de realizar os assentamentos técnicos separar para reservas serras, beira de rios e nascente. Para que o assentado não venha cometer crime ambiental. Prevenir é melhor do que remediar, orientar é melhor do que punir. O direito a vida deve ser dado a todos, mas acho que a quem de forma covarde tirar a vida de um ser humano não deveria ser tratada com regalia enquanto a família da vitima fica sem assistência, acho que ambas deveria ser tratados com atenção iguais. Diz o direito humano que recruzo tem família, a pergunta é o que morreu não tinha família? Não tinha esposo, esposa, pai, mãe, irmãos e filhos? Acho na minha pouca inteligência que os direitos humanos deveriam olhar com mais carinho para a família daqueles que foram vitimas. Não vi ainda nenhuma entrevista de telejornal que os direitos humanos foram até a casa da viúva para ver como ela está vivendo, se os filhos estão comendo ou estudando, tendo assistência psicológica pela perca do pai ou da mãe. Chamo atenção por ser testemunha de mui grande sofrimento de vitimas de violência e que ficaram totalmente desprotegidas da sociedade e do Estado. O cliente deveria ser respeitado pelo legista, banco, mercado, restaurante e outros naquilo que prometem. E quando não cumprem tem que recorrer a justiça perdendo tempo e dinheiro. Um exemplo, se você atrasa a conta de luz a empresa vem e corta, se você paga a conta depois de cortada a energia às vezes tem que esperar a boa vontade até quatro dias uteis. Se pagar a conta acabou o motivo do corte de fornecimento. Se eu fosse tratado de fato como cliente a religação seria imediata. Na maioria das vezes não somos tratados nem respeitados como cliente e sim como se a empresa estivesse fazendo um grande favor em nos atender. Sei com certeza que enquanto você está lendo estas linhas lhe vem a mente muitas outras razões para também desabafar. Faça isso e tenho certeza que você sentira bem melhor. Porem volto a dizer que o que escrevo é apenas um desabafo. Não mais. Por minha pouca inteligência e dificuldade de entendimento o que escrevo não deve ser levado a sério. Um forte abraço.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



AGORA √Č
29/04/2010 às 21:08

Não me conhece. Não é meu pai ou minha mãe. Não é meu filho ou minha filha. Não é meu avô ou avó. Não é meu tio ou minha tia. Não é minha namorada, esposa ou amante. Não é meu aluno ou discípulo. Não é meu conselheiro ou terapeuta. Não é meu guia ou mestre. Não é o grande amor de minha vida. O que escrevi parou para ler. Certamente deseja alguma coisa aprender. Passar o tempo por ter tempo para passar. Se ler continuar. Por parte me conhecerá. Um pouco de cada vez. Como porção do dia terá. Não te conheci. Pelo texto me revelei. No físico não te abracei. Na alma te toquei. Meu reflexo não viu. Meu olhar não contemplou. Minha voz não ouviu. Meu calor não aqueceu. Meu cheiro não sentiu. Fechando teus olhos. Minha imagem contemplará. Não como sou mas como quiser imaginar. Meu olhar contemplará. Minha voz ouvirá. Meu calor sentirá. Então terás meu cheiro. O que sou contigo será. E me conhecerá. Será meu pai, mãe, meu filho e minha filha. Será meu avô e avó, meu tio e minha tia. Será minha namorada, namorado, esposa, esposo ou amante. Será meu aluno, discípulo, conselheiro, terapeuta, guia e mestre. Será o grande amor de minha vida. Por amor me ouviu, quando de mim escrevi. O que era meu agora é teu. O que eu era agora é você. De mim te dei. De ti recebi. Com carinho o que não era, agora é e será.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



GRITO MUDO
29/04/2010 às 20:59

Um grito no meio da noite. Uma profunda inquietação abateu sobre mim. De onde viera? Quem o deu? Por quê? Os cachorros latem. Nenhum outro movimento. De repente o silêncio. Um olhar pela janela. Ninguém que passe. Na quietude não há paz. O sono não volta. Começo a lustrar tesouro. Este que escrevo e compartilho contigo. Geração do medo. Livres presos. Presos pela liberdade sem limite. Daqueles a quem o certo é errado. A honestidade é vergonha. O roubar é levar vantagem. A vítima é otário. A hipocrisia reina todos os seguimentos. Poucos fazem o bem. Já não há heróis. Os lideres morreram ou corromperam. A comunidade está em um funil. Já não há para onde correr. Um grito no meio da noite. Só mais um grito de tantos. Sem socorro. Sem quem possa socorrer. A míngua desfalece um humano. Cidadão sem cidadania. O poder emana do povo. Pelo povo, Para o povo. O ultimo poder exercido foi o grito. Para que este tipo de grito não continue. Uso outro tipo de poder do grito. Tão importante como o grito do Ipiranga. Que resultou na libertação do Brasil. Como o brado da cruz. Que resultou na libertação da humanidade. Neste dia grito ainda que grito mudo. Na esperança que resulte na libertação dos livres presos.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAILC.OM



Comentários



SENTIR O AMOR
29/04/2010 às 20:54

Viver tudo de bom. Tudo que a vida pode oferecer. Não perder a oportunidade de amar. De viver um grande amor. Encontrarmos alguém que nos completa. Aproveitar a oportunidade de completar alguém. Ser feliz só é quase impossível. A felicidade é compartilhada. Você é foi e será este alguém. Que tenho prazer em estar junto. Não só na lembrança do passado. Na alegria do presente. No desejo do futuro. Vivendo a cada fase. Com toda força do ser. Há quem vive por viver. Na vida sem nenhum prazer. Sem plano, sem futuro. A cada dia um fardo. A cada noite um peso. De continuo tédio. Como se não houvesse alternativa. Não há palavras que convence. Até experimentar o impactante. Efeito colateral do amor. Sol brilhará diferente. Vivo será o verde, azul, amarelo e o vermelho. A noite não será negra e sim romântica. A lua não será apenas um astro. Mas testemunha de muitos encontros de amor. A chuva não será lagrima. Mas motivo para permanecer um pouco mais juntinhos. Todo ser vivo visto em casal será inspiração. O ver é superior ao ouvir falar. Experimentar é melhor do que ler. Sentir é ainda maior, é amor.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



ETAPAS
29/04/2010 às 20:50

Nossas vidas são formadas por etapas. Uma termina e outra começa uma dá lugar à outra. Assim como o dente de leite da lugar ao dente permanente. Quando o dente de leite não cai o permanente nasce torto. Precisamos entender e aceitar quando uma etapa chega ao fim. Se rejeitar aceitar o fim de uma etapa. Sofreremos prejuízos incalculáveis sobre a próxima etapa. Uma etapa revela segredos à outra etapa. Uma etapa amadurece outra etapa. Temos resistência a mudanças. O novo às vezes nos causa medo. Por não aceitar o fim de uma etapa. Uns tem corpo maduro mente adolescente. São eternas crianças. Não cresce nem amadurece. Outros aceitam as mudanças com facilidades. Tem corpo e mente madura. É preciso viver a etapa presente. Viver a etapa passada é perda de tempo. Etapas passadas não voltam. Se estudante me comporto como estudante. Se casado me comporto como casado. Se pai me comporto como pai. Se líder me comporto como líder. Se autoridade me comporto como autoridade. Se adulto não posso comportar como criança. Se homem não posso me comportar como mulher. Se amigos devo comportar com lealdade. Se confiado algo comportar com responsabilidade. Aceitar o presente é aceitar a etapa atual. Podemos até sonhar com a próxima etapa. Planejar a próxima etapa. Só a alcançaremos depois de passar pela presente etapa. O segredo do sucesso da etapa está em terminar uma etapa antes de começar outra etapa. Alguns têm facilidade de lidar com vários momentos ao mesmo tempo. Outros têm facilidade de tratar com varias pessoas ao mesmo tempo. Mas a etapa só se trata uma de cada vez.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



PERERECA
29/04/2010 às 20:24

O barulho vinha fora do quarto. Parecia familiar. Não estava no corredor. Nem na sala. Tão pouco na cozinha. O som vinha do banheiro. Não era vazamento no cano. O barulho continua, mas não vejo. Algo gelado em minha costa. Parecia morto ou gelatinoso. Porem estava bem vivo. Perereca. Uma perereca. Não sabia. Que uma perereca fosse tão fria. Como é estranha a experiência. Já há conhecia por informação. De pouca intimidade a vista. De testemunha histérica. Vivido pela experiência de outros. Mistura de terror e nojo. Contato físico com gélido animal. Não foi abraço de amor. Pequeno espaço de tempo. Medido em milésimo de segundo. Com duração eterna. Para se livrar. De inofensivo anfíbio. Gelado abraço. De uma perereca.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



ERA FELIZ E NÃO SABIA
23/04/2010 às 17:44

Que vontade eu tenho de crescer. Quando maior eu for. De minha infância não quero lembrar. Quando maior for minha força. Do meu tempo de fraqueza vingar. Quando namorar eu puder. Meu tempo perdido aproveitar. Enquanto este tempo não chegar. Na minha infância vou sonhar. Certo que um dia. Minha liberdade ter. Independência conquistar. Assim pensava eu. Quando ainda aqui não chegara. Quando no tempo de criança habitava. Da mais bela fase da vida. Ainda desfrutava. Sem saber que tal fase. Ao passar jamais voltaria. O levantar de madrugada. No radio programa sertanejo. Despertava os ainda sonolentos. Minha missão era recolher o gado. Botina nos pés. Calça Jens e camisa grossa. Para suportar o frio da manha e. A relva ainda molhada. O leite quentinho e cheio de espuma. Tomado a beira do curral. Era farta a mesa. Variada alimentação. Cada alimento era farto em sua estação. O milho cozido, assado e afogado. A pamonha, o coral e o angu. O queijo assado ao fogão de lenha. A comida feita na panela de ferro. Pão de queijo assado ao forno de barro. Tudo consumida ainda quentinho. Queijo fresco com doces variados. O sabor sem igual do frango caipira. A abundancia de frutas no pomar. A colheita do feijão. O cheiro do arroz em pendão. Como esquecer do piqui. Do articum e outras frutas do cerrado goiano. Lembrança do acalento de minha mãe. A proteção de meu pai. A companhia de meus irmãos. O amor de meus parentes. Assistir a noite cair. Na porta da fazenda. Deitado a grama. Contemplar o céu estrelado. O nascimento de cada fase da lua. Ter o corpo molhado pelo sereno. Ouvir o som de pequenos animais. O mugir do gado. Latido do cachorro. O cantar do galo. Ouvir historia de assombração contada pelos homens da fazenda. O som do riacho. O cantar da coruja. Hoje sou crescido. O tempo passa como relâmpago. Estudei, trabalhei e viajei. Hoje sou velho. Não aproveitei o tempo perdido. Porque tempo perdido não se recupera. O tempo que vivo hoje não pertence ao passado. Pertence ao hoje. Nem conquistei minha liberdade. Apenas descobri que não existe liberdade. Descobri que a vida não é gratuita. Tenho que pagar dês do nascimento até a morte. Oh que saudade. Do tempo que eu era feliz. E não sabia.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



CHEIRO
23/04/2010 às 16:25

Cheiro. Que cheiro inconfundível é este? Todas as frutas têm cheiro quando estão verdes, de vez e madura. Todos os animais têm cheiro peculiar. Os predadores usam o cheiro para achar sua presa. A presa usa o cheiro do predador para efetuar fuga. As fêmeas têm cheiro especial quando estão no período fértil. As flores liberam seu cheiro para atrair abelhas e outros insetos para fecundação. Uma boa refeição é percebida de longe pelo seu cheiro. Um filhote reconhece sua mãe pelo cheiro. A flor dama da noite pode ser percebida a distancia pelo seu cheiro. O aroma é algo espetacular. Mas o cheiro que estou sentindo não é de nada citado acima. O cheiro que sinto. O aroma que me excita. Não é um cheiro qualquer. Cheiro de mulher. Não de uma mulher qualquer. Embriagante. Envolvente. Excitante. Este aroma que sinto. Não poderia ser de outra coisa qualquer. Nem de qualquer mulher. Este é o cheiro do amor. Aroma de mulher. Amor de mulher. Minha amante mulher.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



tributo por amor a vida
23/04/2010 às 15:46

Pés que caminha o incerto caminho. Vereda de esperança. Pior do que a saída não será a chegada. Se ninguém há espera, ninguém ficou para traz. Oportuno é o recomeço no futuro incerto. Recomeçar o que não teve começo. Começar o que ainda virá. O sol é seu guia. A lua sua companhia. O calor do dia lhe aquece. À brisa da noite lhe refrigera. Seu exterior não revela seus segredos. Ainda que semblante marcado pela dor. De iludido tempo de amor. Profundas foram às cicatrizes. Deixada por quem dizia amar. Jogo disputado sem malicia. Ora tapas ora caricias. A mão que acalentava. Dia a dia tornou se pesada. O corpo já frágil. Tortura não aquentava. Para sua preciosa vida salvar. Seu reino abandonara. O que ficara no passado. Não deverá ser lembrado. A construção caiu. A bela casa já não é. Morrera toda esperança. Desabara todos os sonhos. A fuga foi rápida. O caminho é longo. Demorada é a chegada. O destino é incerto. Certo é o caminho a trilhar. Por tempo com a solidão habitar. Quem a vê passar. Não pode imaginar. Quanta dor nela há. Rosto adolescente. Olhos meigos de sereno olhar. Boca de perfeitos lábios. Som algum sai de sua garganta. Nem para reclamar ou agradecer. como solitária gazela prossegue sua jornada. não há quem possa negar. quão grande peleza revelada.  Assim caminha este corpo de jovem mulher. Tributo pago por amor à vida. A sua própria vida salvar.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



LAVADEIRA
19/04/2010 às 23:20

Repetidas são as batidas do tecido sobre a pedra. Ouve-se ao longe o som. Do impactante atrito. Os olhos que quase vê só o que move. Permitem imagens passarem despercebidas. O vento suave arrasta a umidade. O calor do sol brônzea a morena. A água corre em seu leito. Cenário de uma natureza virgem. Se não fosse pela presença doméstica. Desasalariada trabalhadeira. Marcado dias da semana. Para atos repetidos. O encontro do tecido água e pedra. Oficio de um membro da família. Em primeiro olhar uma mendiga mal trapida. Corpo coberto por rústico tecido. Bege, amarelo ou marrom claro desbotado. Pelo tempo de uso ou baixa qualidade. De pouco elegância um lenço sobre a cabeça. Cabelos negros como a escura noite, caídos sobre um dos ombros. Olhos como a madura jabuticaba. Sem maquiagem porem perfeito lábios. Com as coxas seminuas e pés descalço. Sentada sobre a pedra com os pés dentro d’água. Ora ensaboando e esfregando. Ora batendo sobre a pedra o tecido. Como melodia de anjos. Sua voz entoa uma canção. Envolvente beleza revelada. Confunde os que atrevam a uma segunda olhada. Cinderela a espera de um príncipe. Que veja mais do que beleza coberta.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



INS√ĒNIA
19/04/2010 às 23:16

Mais um dia que se finda. Mais uma noite é chegada. Já é tarde. Um pouco mais de meia noite. O sono não vem. Deitar é perca de tempo. A experiência nos diz. Na tv a mudança de canal é constante. Nada que seja atraente. Parece um ritual. Agora é uma hora da manhã. O sono ainda não veio. A cidade está dormindo. Ouso som de um latido. Passos na calçada. O miado de um gato no telhado. Novamente o silêncio La fora. Dentro só o som baixo da televisão. Já são duas horas. O sono ainda não veio. Hora de atacar a geladeira. Mesmo andando de vagar e suave. Meus passos produzem enormes sons. Uma maçã saboreei. Não por fome ter. Para quietar a inquietação. De volta ao meu trono. Retomo minha rotina. São três horas da manhã. O sono ainda não veio. De igual forma chegamos com sucesso. As quatro e por fim às cinco da manhã. O galo já cantou varias vezes. O som mais comum é o TIC TAC do relógio. Ouso os primeiros passos. Trabalhadores rumo ao batente. Os primeiros carros passando na rua. A vida começa acordar. Bem, eu estou vivo e ainda não dormi. Acho que não verei o sol nascer. Estarei dormindo. Pelo menos um pouquinho antes de também pegar o batente. A noite é finda novo dia é chegado. Como vampiro ou zumbi. Sem muita ansiedade. Tenho hora marcada. Para mas uma noitada.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



ADOLESCENTE
19/04/2010 às 23:09

Fala auto. Sorri auto. Gosta de barulho e agitação. Fala o que pensa mesmo sem saber ser o certo ou errado. Sonha e muda de sonho o tempo todo. Viaja o mundo inteiro em pensamentos. Em seus planos desconhece o efeito colateral. São auto-suficientes. Planejam sem se lembrar de dinheiro para manutenção. Não escapam a depressão. De contínuos estão frustrados. Enfrenta quem lhes dão proteção. Gosta de viver em grupos. Submete a exigências duras para ser aceito no grupo. É muito curioso e vive na fase de descobertas. O pai é ultrapassado ou careta. O corpo ainda está em transformação. Cheio de perguntas. Vive a fase da descoberta. Uns são narcísicos. Outros espontâneos. Alguns tímidos. Tem dificuldades para o tempo se ocupar. Às vezes é chamado de preguiço. Outras vezes de rebelde. Não é mais criança e ainda não é adulto. Por isso não pode brincar e ainda não pode trabalhar. Cobram lhes responsabilidades. Poupa lhes liberdade. Pode votar, mas não pode dirigir. O mundo que conhece parece ser real. Porem confuso ao mundo dos adultos. Na incompreensão do real vivem em conflitos.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



S√ď QUERIA NAMORAR
19/04/2010 às 23:03

Muito choro. Muito barulho. Tem que dar banho. Tem que dar mama. Tem que limpar coco. Tirar o xixi. Cuidar o tempo todo. Dar todas as vacinas. Fica gripado. Com facilidade fica resfriado. Precisa de cuidado o tempo todo. Mama varias vezes ao dia. Acorda de madrugado. Hora do melhor sono. Juventude se foi. Corpo de adolescente transformado. Adeus a muitos divertimentos. Multiplicaram as cobranças. Aumentou a responsabilidade. Já não é a mesma. É muito diferente de bonecas. Ninguém avisou. Talvez não se lembre ou não deu atenção. Uma criança cuidando de outra criança. Só queria namorar. Não havia intenção de engravidar.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



FORMOSA
19/04/2010 às 22:57

Pasmo e hipnotizado estou diante de sua formosura. Teus cabelos revoam ao vento. Impossível passar despercebido. Aos meus olhos e dos que passam por ti. Na intimidade neles me embaraço. Tuas orelhas caminho de meus gemidos e cochichos. Onde deixo todos meus segredos de homem apaixonado. Teus olhos me hipnotizam e paralisa diante de ti como presa fácil. E diante deles o tempo para. Cessa todos os sons e imagens a minha volta. Você e sua envolvente presença são tudo que resta. Tua boca suave e mais doce do que o mel. Caminho de meus insaciáveis beijos. Sacia diariamente com rica seiva da vida. Teu pescoço caminho de meus lábios. Vereda que conduz ao clímax do amor. Teus seios é fonte que sacia este apaixonado. Reage ao ativo toque e dele se torna cúmplice. Teus braços e mãos com carinho me abraçam. Receptível demonstração de amor. Como arvore frondosa que me acolhe a sua sombra. Protege-me do causticante calor do sol. Acalenta-me com suave brisa de tua presença. Teu umbigo centro de teu corpo. Passagem do norte para o sul e vice e versa. De incansável viagem cubro estes pontos cardeais. Tuas pernas colunas de sustentação de puro prazer. Caminho que conduz as entranhas do delírio. Seu corpo mais cheiroso do que o perfume da flor. Desejado em dias de sol e chuva. Desejado em noites de lua e escura. Desejado em todas as estações do ano. Você é o meu amor. Como tu és desejada ao meu corpo. Como tu és formosa aos meus olhos.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



SER MAIS DO QUE MARIDO
19/04/2010 às 22:51

Sendo mais amante do que simplesmente marido. Ser um grande pai sem esquecer-se de ser um grande marido. Não basta tentar conversar é necessário comunicar ao coração. Não saia sozinho sem despedir com um beijinho. Acho que estas coisas não precisam de conselhos. Penso que todos sabem exatamente o que fazer. E quando não o faz sabem que devem mudar. Sei que você sabe que deve tomar a iniciativa na hora do sexo. Sei que você sabe que devem sair juntos. Sei que você sabe que dever criar momentos sós. Sair para tomar um sorvete. Sair para jantar ou almoçar de vez em quanto. Lembrar de datas importantes. Ter uma boa preliminar antes do sexo. Dar um presente qualquer fora de datas comemorativa. Fazer um poema ainda que besta e deixar em algum lugar que ela veja ao levantar. Se não souber fazer um copie de um poeta. Ignorar as agressões verbais. E reaprender dizer. Te amo. Te desejo. Te quero. Você é importante para mim. Dar um sorriso. Fazer caricia. Elogiar o que ela tem de bom. Deixar ser pego olhando demoradamente para ela. Isso é feito com muito esforço mas dá muito prazer. Prazer é vida. Precisa esforçar pra isso da certo. Comece hoje. Mande flor pra ela. Em vez de ir buscar algo para ela. Leve ela para degustar no local. E boa sorte.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



DESEJO DE MUDANÇA
19/04/2010 às 22:47

Como posso mudar meu jeito de ser. Para uma vida melhor. Sou muito tímido. Sou calado demais. Pareço ter medo de conversar. Sou muito fechado. Gostaria de ser útil. Conversar com qualquer um. Não consigo ter dialogo. Tenho facilidade de isolar. Entristeço por qualquer motivo. Parece difícil minha situação. Até o pastor já desanimou. Eu não desanimo. Quero ser feliz. Ser realista na situação. Analisar como estou. Sei que mudanças na vida são necessárias. Ha coisas que ninguém pode fazer por nós. Há coisas que não posso fazer sozinho. Neste caso procurar ajuda. O que importa é ser feliz e ter prazer no que faz e vive. Nosso lucro está em ser feliz e ter prazer. Dois não pode caminha juntos se não estiver de acordo. O dialogo ainda é a melhor receita de vida. O dialogo é soluções de problemas. Se por ventura não consegue o dialogo sozinho. O remédio é pedir ajuda. Os conselheiros sempre têm uma palavra amiga e de conforto. Viver o hoje e não remoer o passado. Não existe uma formula mágica. Sei com certeza. Que para solucionar problemas precisa de muito esforço. Esforço-me porque desejo mudança.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



ASSIM √Č OAMOR
19/04/2010 às 22:43

Tão forte como a morte. O tempo não pode esquecer. Arma não pode matar. Água não pode apagar. Rio não pode afogar. Dinheiro não pode comprar. Fogo não pode queimar. Não se arde em ciúmes. Não busca seus próprios interesses. Não se vangloria. Tudo espera. Tudo suporta. Assim é o amor.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



DE QUEM FALA O MEU CORAÇÃO
19/04/2010 às 22:12

De quem fala o meu coração. Em quem pensa o meu pensar. Como compreender o desejo. Como explicar a paixão. Profundezas da alma. Inefável entendimento. Simplicidade juvenil. Encantamento adolescente. Presteza em amar. Facilidade em chorar, cantar e sorrir. Mas de quem fala o meu coração. Que encantamento foi vitima o meu ser. Emaranhada esta a razão. Que estrada andarei? Que destino terei? Quando chegarei? Novamente amarei? Não sei. O que sei. É de quem fala meu coração.

psicanalista.jol@hotmail.com



Comentários



PRIMEIRO ENCONTRO
19/04/2010 às 22:08

Lembrei-me de te contemplar. Foi o primeiro olhar físico. Perplexo não assombrado. O coração falou mais forte do que a razão. Sem explicação. Sem pedido. Sem anuncio antecipado. Tomei a em meus braços. Sobre o leito a deitei. De caricias a cobri. De amor a tomei. Assim foi o primeiro encontro. Assim ficou registrado. Nem o tempo nem a lembrança. Conseguiu rasgar ou apagar.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



O AMOR SEMPRE TEM DESCULPA
19/04/2010 às 22:04

Você sabia que meu coração. Batendo mais rápido quando está com você. A gente não manda no coração. Não tem como. Tanto quanto é a parceria do tempo e do volume. O tempo não para. O volume também não. Aumenta ou diminui. As estações são para marcar o tempo. E cada uma tem sua importância. Na germinação da semente nasce a esperança de vida. No inverno o medo é constante. Mas em todas as estações. É tempo de amar. Uns nascem e outros crescem. Outros amadurecem. Só não posso ainda compreender. De fato como acontece em cada um. Para alguns há uma grande paixão por beber cachaça. Arruma desculpas o tempo todo para beber. Quando está frio. Tomam para esquentar. Quando está quente. Tomam para esfriar. Antes das refeições. Tomam para abrir o apetite. Após as refeições. Tomam para fazer digestão. Então vejo o amor como os cachaceiros. Sempre procurando desculpas para se ver ou falar. Afinal isso é prazer. Existem muitas formas de prazer. O meu no momento e te ver. Amo você.

psicanalsta.joel@hotmail.com



Comentários



SE EU PUDESSE
19/04/2010 às 22:00

Se eu pudesse fazer uma canção eu o faria. Se eu pudesse escrever para todo o mundo. Se eu pudesse falar do meu grande amor. Se eu pudesse declarar e viver. Se eu pudesse te fazer sentir meu coração. Se eu pudesse falar das profundezas de minha alma. Se eu pudesse lhe fazer cantar a melodia do meu amor. Eu não posso. Em angustia. Tristeza inexprimível. Recuo ao meu canto sem cântico de alegria. Habitação de minha tristeza. Sem poder gritar ao mundo. Sem poder declarar ao seu ouvido. Escrevo estas linhas. Dizendo o quando amo você

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



IRMÃOS
19/04/2010 às 21:40

Há irmãos que são amigos. Há irmãos que são inimigos. Há irmãos que são colegas. O conceito de irmão: filhos dos mesmos pais ou só de um deles. Há vários tipos de irmãos: Irmão de sangue é biológico nascido de progenitores do mesmo sangue. Irmão de fé que freqüenta a mesma religião mesmo não sendo parentes. Irmão de leite por alimentar na mesma mãe mesmo não sendo irmãos biológicos. Irmão por adoção quando um ou mais são aceitos em uma família não sendo a sua. Como é teu irmão ou irmã? Seu irmão é seu amigo? É companheiro? Ou apenas colega de quarto e casa? Não importa. Ele é seu irmão. Parente agente não escolhe. O jeito é relaxar e viver o mais feliz possível. Porque vêm dias em que os irmãos se espalham. E alguns vão para muito longe. Outros jamais serão visto fisicamente dizendo. A saudade substituirá a presença física de seu irmão. Então antes que venham tais dias. Aproveite o Maximo seu irmão. Diga de vez enquanto o quanto você o ama. O quando ele é importante para você. Antes que o tempo passe e lhe tira a oportunidade de ser feliz. Muitos eram felizes como você é hoje e não sabiam. Só descobriram quando já era tarde demais.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



CONSELHOS SOBRE O AMOR.
19/04/2010 às 21:24

Seu eu procurar amar quem me ama. Insistir em buscar uma princesa ou príncipe encantado. Talvez eu nunca encontre. A vida vai passar. Quando acordar tarde será. Mas se eu der uma chance a quem de verdade me ama. Certamente ela me fará feliz. E será feliz. Se eu insistir em viver o mundo de ilusão. E não der lugar à razão. O tempo vai passar e quando eu acordar tarde será. O segredo é não perder tempo buscando um grande amor. Mas fazer um grande amor do amor que você tem. A vida é curta e rápido passará. Quando busca uma pessoa que você ama ela poderá não amar você. Então busque alguém que ame você e aprenda amar esta pessoa. Porque a pessoa que você ama você se arrastará por ela. Mas a pessoa que ama você se arrastará por você. Se por ventura você perder a oportunidade de dar oportunidade ao amor. Poderá perder a oportunidade de ser feliz. Não se preocupe, nem sempre o amor mora longe. Ele pode estar mais perto de você do que você pode imaginar. E quando encontrar o amor. Não perca tempo com ciúme mesquinho. Não perca tempo com brigas intermináveis. O tempo é tempo que passa e não volta. Tempo perdido é prejuízo. Se porventura encontrou o amor. Ame dia e noite. Alimente o amor porque ele tem fome. Viva intensamente cada momento. Porque se um dia ele for embora. Você viveu cada momento. Ainda que a saudade te torture. O sabor do amor será seu conforto.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



AMIGO
17/04/2010 às 23:54

Qual a diferença real entre um amigo, e colega? Há amigos que são colegas. Há colegas que são amigos. Há colegas que são inimigos. O conceito mais claro para colega: pessoas que estudam ou trabalham juntas. O conceito para amigo: uma pessoa que gosta de outra e sente ligada a ela. Há vários tipos de amigos. Amigo do peito é um amigo intimo. Amigo da onça é um amigo falso. Amigo covarde é um amigo que te abandona diante o perigo. Amigo obsessivo é um amigo que se preocupa de forma exagerada contigo. Amigo carente afetivo é um amigo que necessita de afeto, de sua amizade. Amigo sereno é aquele amigo que transmite calma, sossego e tranqüilidade. Há vários provérbios sobre amizade: Há amigos mais chegados do que um irmão. Mais vale um amigo perto do que um irmão longe. Amigo é alguém que chega quando todo mundo se afasta. Amigo não é quem enxuga uma lagrima, mas quem evita que elas caiam. Amigo é aquele que fala a verdade em todo momento, mas em amor. Amigo é aquele que mesmo não concordando contigo não se afasta de você. O pior amigo é o amigo ímpio que vive em impiedade e traz as conseqüências até você. Assim como se fuma a forma passiva se vive a vida passivamente de um amigo. A melhor forma de fazer uma amizade é sendo amigo. Diga-me quem são seus amigos e te direi quem é você. Meus amigos não me causam problemas. Se você quer ser meu amigo venha para somar e multiplicar e nunca subtrair ou dividir.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



SONHOS
17/04/2010 às 23:51

Quantos sonhos. Quantos planos. Planejei ser feliz. Planejei ter uma casa. Planejei ter um carro zero. Planejei ter independência financeira. Planejei trabalhar de segunda a sexta. Planejei aproveitar cada fim de semana. Planejei aproveitar cada feriado. Planejei aproveitar cada data comemorativa. Planejei ser marido, pai perfeito. Certo que não vivo uma vida de tristeza. Mas nunca consegui ser feliz por completo. Mas quem o é? Comprei algumas casas. Mas nenhuma como planejei. Sempre trabalhei. Quase sempre foram incluídos os finais de semana. Dificilmente tenho folga nos feriados. Estou ausente nas datas comemorativas. Não consegui ser um marido, pai perfeito. Talvez nunca o consiga tal proesa. Mas acredito no amor. Um pouquinho diferente da visão de amor de uma mulher. O carro zero já consegui. Talvez ainda não o carro de meus sonhos. Conquistas. Não dos sonhos. Mas são conquistas. Minhas conquistas. Não foi bem o que planejei. Mas aconteceu. Como uma frase antiga que diz. “não tenho tudo que amo, mas amo tudo que tenho”. Não conquistei ainda todos meus sonhos. Mas conquistei muitas coisas que não sonhara. E isso é muito bom. Continuo sonhando. Entre o sonho e sua realização. Terei ainda muitas outras conquistas. Acrescentada como recompensa. A paciência. Certo de sua realização.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



INCOMREENDIDO
17/04/2010 às 23:44

Sentir saudade do nada. De algo que ainda não aconteceu. De pessoas que sequer conheço. De lugar que nunca fui. De voz que nunca ouvi. Ainda sim algo estranho no ar. Um aperto no peito. Sei que passa. Pelo menos espero que passe. Aguardo ansioso o alivio. Que cedo ou tardio virá. Na invisível multidão. Perdida na visível multidão. Aqueles como eu. Sofrem do mesmo mal. Que me dera pode-los achar. Pelo menos um. Para ajudar e ser ajudado. Talvez compreendido.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



GRITO DE LIBERDADE
17/04/2010 às 23:38

Às vezes choro. Às vezes grito. Às vezes dói. Às vezes busco proteção. Às vezes busco um amigo. Às vezes busco um ombro. Minhas necessidades são tantas. Tantas são as feridas deixadas pela vida. Feridas causadas por amigos. A macha continua. A batalha também. Os inimigos se levantam. A batalha e travada. Tenho que vencer. Lagrimas. Risos. Estalar da espada. Estrondo de canhão. Fumaças de bombas. Corpos que caem. Sangue que jorra. Vidas ceifadas. Razão negada. Justiça frustrada. Orgulho ferido. Direito roubado. Vegetada é a vida. Na ilusão de viver. No pensar que se pensa. Arrastado pelo domínio. Da confusa ideologia. Que penso ser minha. Criou-me falsa identidade. O que sou não sou eu. O ser é oprimido pelo ter. Cada olho que contempla. Uma sentença diferente. Aprisionado pela liberdade. Liberdade condicionada. Pelo carcereiro sociedade.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



S√ď QUERIA
15/04/2010 às 16:38

Só queria neste exato momento. Estar contigo meu amor. Pertinho de você aponto de nossos corpos fundirem. Nossos lábios grudarem. Nossa respiração se confundir. Seus braços me envolver. Suas mãos me tocar. Não existe palavras só sentimentos. Não existe silêncio só gemidos. Por instantes me sentir seguro e amado. Ignorar qualquer outra realidade. Se o mundo roda ou pare. Ao abrir os olhos. Contemplar você ao meu lado. Quando não está comigo. Você me faz falta. Sei que nem sempre podes estar comigo. Meu coração teima em não entender isso. Minha mente também recusa aceitar. Foi tão casual nosso encontro. Você não premeditou. Apenas nos vimos por puro destino. Então não houve forças que nos afastassem. Nos pertencer estava escrito. Então você modificou a minha vida. Talvez sem se der conta disso. Brilhou intensamente como sol ardente ao meio dia. Este reflexo iluminou toda existência. Vivo intensamente este momento de lembranças. Porque sei que na realidade. O tempo e a distância inevitavelmente irá nos afastar. Seremos uma doce lembrança que permanecerá viva. Seremos um segredo vivo e adormecido. Quero que saiba que. Uma certeza eu tenho. Você foi à melhor coisa que aconteceu na minha vida.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



PENSAR
15/04/2010 às 16:34

O amor faz pensar. O pensar cria o imaginar. Tenho pensado muito em você. Meu coração de ti fica a mercê. A saudade invade-me o peito. Por onde ando e no meu leito. De você trazendo a lembrança. De espera esperança. Desperta meus desejos. Em dores agita meus anseios. Envolvo no suave e doce pensar. Mesmo distante, aceito o convite ao amar. Quanta saudade. Quanto desejo de poder te rever. Quanta vontade de te tocar. Entregar-me sem receios. Entregar-me sem reservas. Entregar-me por inteiro. Deixar que tudo aconteça. Não de modo mágico, mas natural. No agito do dia. No silêncio da noite. No fechar de meus olhos. No embriagar do teu amor. Como estivéssemos abraçados de fato. Com nossos corpos colados. Sinto o teu toque me fazendo estremecer todo o corpo. Despertar confuso deste pensar. Desejoso gritar. Beijas-me. O pescoço, o rosto e meus lábios sequiosos a espera dos teus. Neste despertar quase parei de respirar. Meu abatido coração parecem não acompanhar. A triste realidade de ter que te esperar. A distância tolerar. A realidade faz-me acordar. Percebo que tudo foi um lindo sonho. Que você esta distante de mim está. A esperança é que este sonho um dia realidade será.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



O ASSALTANTE
03/04/2010 às 19:38

Um assaltante me roubou. De medo pensei tudo acabou. Levou o que mais precioso eu tinha. Não foi minha galinha nem minha gatinha. Também não foi meu coração. Nem minhas emoções. Não foi o meu saber. Que na escola adquirira mesmo sem querer. Não foi nenhuma parte do corpo. Nenhuma peça de roupa. Não foi minha carteira. Porque carregá-la é besteira. Nenhum de meus documentos. Só tenho o registro de nascimento. Não foi meu dinheiro. Porque havia deixado o restinho com o padeiro. Nem meu relógio quebrado. Porque estava empenhorado no passado. Com olhos arregalados. De pânico assustado. Pelo ladrão enrolado. Meu celular foi levado. Não doeu nem a cabeça nem o peito. Sim o bolso direito. Se pudesse diria seu ladrão. Não arrume confusão. Este é o aparelho perfeito. Que comunico no leito. Nas noites frias ou encaloradas. Com alguém que está do outro lado. Sem este instrumento. Meu coração entre em tormento. Não há quem o acalenta. Quando a saudade aumenta. Não posso outro comprar. Por que este tenho ainda que pagar. Quando meu amor ligar. Não vai me achar. Malvado ladrão. Maltratou meu coração.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



APAREÇA
03/04/2010 às 19:32

Procuro e não acho. Então pergunto ao tempo e ao vento. Cadê o meu amor? Por onde andas? Não dá notícias. Esqueceu de mim? Estou com saudade e triste. Você não aparece nem deixa recado. Sumiu!!! Tenho certeza se me amasse de verdade. Sobraria um tempinho para dizer te amo. Talvez simplesmente disser oi! Desculpe insistente cobrança de tua atenção. Eu te amo tanto. Quero ser amado por você. Não se deu conta ainda que faz falta em minha vida? Não sabes que penso todos os dias em você? Gostaria de compartilhar isso contigo. Este sentimento muito forte me prende a você. Não sei se isto é bom pra mim. Ficar esperando, desejando algo que não sei se vem. Na espera incerta de realização. Seguindo a sina até quando não sei. talvez por toda a minha vida. Pois certo estou que nunca te esquecerei. Assim dia a dia vou seguindo te amando. Mas uma escolha terá que fazer um dia. Decisão difícil de ser tomada. Sei que será dolorosa. Isto doerá muito o coração. Me fará sofrer. Por mais que te amo e penso que me amas. Nossas vidas não podem prolongar nesta direção. Se assim for não penses que o amor acabou. Nem que te esqueci. Por isso ainda estou aqui. Na esperança deste grande amor realizar. Presente e pleno em nossas vidas. Ainda tenho esperança de ser muito feliz ao teu lado. Só o tempo e você poderá realizar este grande amor. Eu te amo! Apareça se meu amor te traz felicidade.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



ESTRADAS DO SUCESSO
03/04/2010 às 19:24

A estrada do sucesso sempre esteve, está e sempre estará a sua frente. Falta trilhar. E neste trilhar é preciso entender que. Há hora que temos que caminhar correr ou voar. Há hora que temos que ter paciência, descansar e nos alimentar. Há hora que teremos dificuldades a ponto de chorar e até brigar. Faz parte da caminhada. Diz um poema: “quem sabe faz a hora não espera acontecer”. Sábia é esta frase. Ninguém faz por nós o que temos que fazer. O maior erro de muitos é não saber a hora certa de fazer. Por isso faz sempre fora de hora. Dorme guando devia estar acordado. Caminha quando devia correr. Diz não quando deveria dizer sim. Diz sim quando deveria dizer não. Outros não conseguem focar um objetivo em sua vida. Cria muitos projetos. Faz muitos planos. Mas não executa nenhum. E se executar algum desiste nas primeiras dificuldades. É hora de repensar o nosso comportar. Coordenar nossas ações. Focar um alvo. Esforçar por alcançar. Sucesso no trilhar a estrada. Estrada esta que já existe. Sempre esteve a sua frente. Só precisa ser trilhada para ter sucesso. Mas precisa ser trilhada.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



DESABAFO
03/04/2010 às 19:19

√Č preciso evoluir e ter uma vida pautada no respeito e na √©tica. Comportamento de ser humano com outras pessoas. Respeito √† pessoa humana. Eu tenho o direito de ser respeitado e o dever de respeitar, se procurar somente o meu direito haver√° desequil√≠brio na balan√ßa moral. √Č preciso rever o conceito de direito isolado do dever. Respeito ao idoso. O idoso deveria ser respeitado em todas as formas de viver. Respeitando a sua condi√ß√£o, a sua sa√ļde, a sua dificuldade de locomo√ß√£o, a sua experi√™ncia de vida. Respeito ao direito da crian√ßa. O direito da crian√ßa deve ser assegurado a todo custo, afinal crian√ßa √© crian√ßa e n√£o se discute. Mas √© preciso impor limites as crian√ßas, afinal crian√ßa √© crian√ßa e precisa ser protegidas at√© delas mesmos. H√° muitas crian√ßas sendo abusada sexualmente por adultos, isto as autoridades tem feito um bom trabalho atrav√©s de campanhas que alerta e previne o abuso sexual. At√© ai tudo bem, mas n√£o justifica que estas mesmas crian√ßas fora de idade para pr√°tica sexual pratiquem sexo livre entre elas em nome das descobertas sexuais. Pergunto qual √© a diferen√ßa em praticar a sexualidade entre menores e entre menor e adulto? Por ventura tudo n√£o √© sexo? Espero n√£o estar sendo mal entendido, mas ao final de cada carnaval o numero de adolescentes gr√°vidas √© alarmante. Crian√ßa cuidando de outra crian√ßa, na maioria das vezes o efeito colateral deste ato resulta em super popula√ß√£o de crian√ßas em periferias com o m√≠nimo de recurso para sua sobreviv√™ncia e educa√ß√£o e ainda na responsabilidade de av√≥s por netos sem pai. Outras vezes estas crian√ßas ser√£o criadas em alfa natos √† espera de ado√ß√£o. √Č preciso repensar o direito da crian√ßa, buscando solu√ß√£o real para que fa√ßa cumprir este direito. Em minha opini√£o nossas meninas precisam ser educadas para ser mulheres, capazes de realizar planejamento familiar. Rever o conceito de educa√ß√£o sexual, e punir toda e qualquer programa√ß√£o ou propaganda que motive publicamente o sexo livre assim como acontece com o cigarro e bebida alco√≥lica. Rever a educa√ß√£o, em vez de s√≥ educar para vida, educar tamb√©m para o empreendedorismo. Justificando o porque estudar uma mat√©ria. Parar de valorizar pessoas que atrav√©s da musica, teatro, filme e outras manifesta√ß√Ķes da arte valoriza a viol√™ncia, a rebeldia, as drogas, tabacos, bebidas. Assim diria eu que o direito da crian√ßa estaria come√ßando ser respeitado. Respeito ao portador de necessidade especial, seja qual for sua necessidade, cal√ßadas pr√≥prias, banheiros adequados, socializa√ß√£o com os ditos normais. Oportunidade ampliada para profissionalizar, trabalhar e estudar. Respeito aos enfermos e doentes, triste √© a situa√ß√£o do cidad√£o quando precisa do sistema publico de sa√ļde, √© preciso mais respeito com o ser humano, principalmente na hora da dor. √Č preciso cobrar com mais energia o cidad√£o quando ele opta por ser pol√≠tico. Para evitar a vergonha que eu sinto quando vejo quem votei ser pego roubando sem nenhum constrangimento de ser chamado de ladr√£o. Pol√≠ticos que foram envolvidos em esc√Ęndalos, dinheiro na meia, cueca, palet√≥. Tudo filmado, provas concretas. Muitos n√£o foram presos, n√£o foram punidos. Alguns pediram para sair do mandado para n√£o perder o direito de recandidatar. Meu Deus. Esta conduta n√£o √© de um Pais democr√°tico. A puni√ß√£o a um individuo que tem tal conduta n√£o enfraquece a democracia e sim fortalece. O povo est√° clamando por moraliza√ß√£o. Todo cidad√£o deve ter o direito de se defender e ser√° inocente at√© que prove o contr√°rio, mas nos casos citados a prova que os mesmos s√£o culpados est√° estampada, n√£o h√° duvida, j√° provou a culpa, resta agora a eles tentarem depois de presos provarem sua inoc√™ncia. Lembro a quem estiver lendo este pensamento que estou apenas desabafando, n√£o estou escrevendo um tratado jur√≠dico. Se voc√™ quiser desabafar tamb√©m se junte a n√≥s e vamos clamar por um Pa√≠s moral. √Č hora de acabar com antiga frase que dizia ‚Äúele roubou, mas fez‚ÄĚ. N√£o justifica em hip√≥tese nenhuma algu√©m usar o poder para roubar aquilo que me pertence, pertence a minha fam√≠lia, pertence a voc√™ cidad√£o que come atrav√©s do suor de sua face. O direito de ir e vir deve ser respeitado, a constitui√ß√£o diz que tenho tal direito. J√° perdi as contas quantas vezes tive que ficar preso na estrada porque um seguimento da sociedade resolveu fechar uma estrada ou uma ponte. Defendo o direito democr√°tico de manifesta√ß√£o, mas n√£o consigo entender como um seguimento da sociedade pode tirar o direito de outros mil seguimentos de ir e vir. Entendo como poder paralelo quando um poder n√£o governamental toma uma atitude que prejudique outros seguimentos. O direito a propriedade deveria ser resguardado, se tenho uma casa, um sitio ou fazenda foi porque comprei com meu dinheiro que trabalhei para tal, n√£o justifica outra que n√£o pagou tomar posse. Dizem muito sobre a pobreza e justificam aquilo que chamo de invas√£o ou roubo para tomar de um e dar a outro. O desrespeito para mim √© uma ‚ÄúCoisa feia‚ÄĚ se sou propriet√°rio o governo e a sociedade deveria respeitar este fato. N√£o importa qual o tamanho de minha propriedade. Do contr√°rio estipule para os novos propriet√°rios uma quantidade x que posso adquirir e n√£o tomar o que comprei com meu suor. Para a reforma agr√°ria o certo √© o governo comprar as propriedades e realizar os assentamentos e n√£o permitir sem puni√ß√£o a invas√£o de propriedades legalmente registradas e produtivas. Antes de realizar os assentamentos t√©cnicos separar para reservas serras, beira de rios e nascente. Para que o assentado n√£o venha cometer crime ambiental. Prevenir √© melhor do que remediar, orientar √© melhor do que punir. O direito a vida deve ser dado a todos, mas acho que a quem de forma covarde tirar a vida de um ser humano n√£o deveria ser tratada com regalia enquanto a fam√≠lia da vitima fica sem assist√™ncia, acho que ambas deveria ser tratados com aten√ß√£o iguais. Diz o direito humano que recruzo tem fam√≠lia, a pergunta √© o que morreu n√£o tinha fam√≠lia? N√£o tinha esposo, esposa, pai, m√£e, irm√£os e filhos? Acho na minha pouca intelig√™ncia que os direitos humanos deveriam olhar com mais carinho para a fam√≠lia daqueles que foram vitimas. N√£o vi ainda nenhuma entrevista de telejornal que os direitos humanos foram at√© a casa da vi√ļva para ver como ela est√° vivendo, se os filhos est√£o comendo ou estudando, tendo assist√™ncia psicol√≥gica pela perca do pai ou da m√£e. Chamo aten√ß√£o por ser testemunha de mui grande sofrimento de vitimas de viol√™ncia e que ficaram totalmente desprotegidas da sociedade e do Estado. O cliente deveria ser respeitado pelo legista, banco, mercado, restaurante e outros naquilo que prometem. E quando n√£o cumprem tem que recorrer a justi√ßa perdendo tempo e dinheiro. Um exemplo, se voc√™ atrasa a conta de luz a empresa vem e corta, se voc√™ paga a conta depois de cortada a energia √†s vezes tem que esperar a boa vontade at√© quatro dias uteis. Se pagar a conta acabou o motivo do corte de fornecimento. Se eu fosse tratado de fato como cliente a religa√ß√£o seria imediata. Na maioria das vezes n√£o somos tratados nem respeitados como cliente e sim como se a empresa estivesse fazendo um grande favor em nos atender. Sei com certeza que enquanto voc√™ est√° lendo estas linhas lhe vem a mente muitas outras raz√Ķes para tamb√©m desabafar. Fa√ßa isso e tenho certeza que voc√™ sentira bem melhor. Porem volto a dizer que o que escrevo √© apenas um desabafo. N√£o mais. Por minha pouca intelig√™ncia e dificuldade de entendimento o que escrevo n√£o deve ser levado a s√©rio. Um forte abra√ßo.

Comentários



DESCOBERTAS
02/04/2010 às 21:05

Há momentos que os pés já não sabem mais como caminhar. O andar torna-se um peso. Dolorido é firmar os artelhos. Na insistência cambaleantes passos. Mesmo com esforço busca o apoiar. Na ausência da firme escora. A inevitável porem prevista queda. A finda jornada certa. Que pacientemente chega para todos. Marca o fim de uma era. Deixando cravada na história. A passagem de um anônimo herói. Sem nome ou referencia. Um viajante que chegou ao seu destino. Mas antes da partida. O descontentamento é ânimo. Não aceitar apenas o título de herói viajante. Que simplesmente passou por aqui um anônimo. Cumprindo com seu destino. O destino que me foi predestinado? Ou o destino trilhado pelo meu livre arbítrio. Não sei se este momento estava predestinado. Ou se é conseqüência de minhas escolhas. Só sei que escolho não passar como viajante anônimo. Por isso escrevo estas linhas. Para que chegue até você. E saibas que passei por aqui. Escolhi você para saber disso.. Posso já não poder correr. Em muitos momentos já não posso rápido caminhar. Os passos se tornaram muito lento. Em dificuldades firmo meus artelhos. Descobri que posso meditar. Experiências, pensamentos e conhecimento em ordem colocar. Se desejares por estas linhas te orientar.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



PERFEIÇÃO
02/04/2010 às 20:52

Procurei um amor perfeito. Tentei escrever um poema perfeito. Esforcei por viver uma vida perfeita. Pensei que podia ser um homem perfeito. Como achar um amor perfeito se ele habita na imperfeição. Como escrever um poema perfeito se tem pensamentos imperfeitos. Como viver uma vida perfeita se o perfeito está sujeito a critérios imperfeitos. Como ser um homem perfeito se minha vida é imperfeita. O amor é perfeito em todas as circunstancias. O amor não se arde em ciúme na imperfeição do ciúme. Habita na imperfeição para aperfeiçoar os que o buscam. Assim o amor perfeito aperfeiçoa o imperfeito. Assim encontrei o amor perfeito que tanto procurava. Como encontrei o amor perfeito que procurava. Consegui escrever o poema perfeito mesmo com minha mente imperfeita. O amor que é perfeito corrigiu minha mente imperfeita. E aqueles que são imperfeitos como eu. Que também tiveram suas mentes aperfeiçoadas pela perfeição do amor. Conseguiram ainda que imperfeito pensamento. Ver o poema perfeito escrito por este imperfeito na perfeição do amor. Meu esforço por viver uma vida perfeita. Foram frustrados por critérios imperfeitos. Esta imperfeita frustração foi quebrada na perfeição do amor. Conheci que nenhum esforço é suficiente para te fazer viver uma vida perfeita. Que todos os viventes vivem igualmente vidas imperfeitas. Que todos os dias estamos diante da perfeição do amor. E esta perfeição nos da em nossa vida imperfeita. A perfeição de um viver. Na decepção de ser um homem imperfeito. De portar uma mente imperfeita. Viver uma imperfeita vida. Na desilusão desta imperfeição. Por pouco perco a perfeição. O perfeito amor que conheci. Fez de tudo que era imperfeito perfeito. Mesmo continuando imperfeito em minha totalidade. Todas as vezes que disser, fazer, pensar, ainda que de forma imperfeita. Se for com amor ou por amor perfeito será. Assim achei a perfeição. Não em mim, mas também em mim. Quando o perfeito amor em mim habitar assim.

psicanalista.joel@hotmail.com



Comentários



PRA SEMPRE VOU TE AMAR
02/04/2010 às 20:45

Amar você e ser Amado por você é maravilhoso. Fazer amor com você É Divino! Amor! Meu Amor. Poder estar contigo agora. Sentir o suave toque de suas mãos. O doce sabor de seus lábios. A quecer em seus braços. O prazer de estar em teu corpo. Esquecer a hora que passa. Ignorar o dia que amanhece. E neste êxtase te ouvir dizer “eu te amo”. Em sussurros te digo “pra sempre vou te amar”.

Psicanalista.joel@hotmail.com 



Comentários



BEIJAR FAZ BEM
30/03/2010 às 23:18

Lábios. Mover lento. Sussurro desprendido. Pode falar sem palavras. Quem diria que os lábios tivessem tantas serventias. Ajudam no falar. Faz a recepção de alimentos. Embeleza o rosto. Pode ser usado para provocar outra pessoa. É uma imensa fonte de prazer. Como os lábios podem falar sem palavra? A resposta é; Beijando. Como os lábios podem provocar desejo? A resposta é: Beijando. Os lábios têm o poder de acalmar a raiva. Como? Beijando. Os lábios têm o poder de parar qualquer discussão. Como? Beijando. Os lábios podem fazer muita cosca. Como? Beijando. Demonstrar um leve sadismo. Como? Beijando e mordendo. Dizem que podemos emagrecer. Sabe como? Beijando. Beijar queima caloria. Beijar aumenta à auto-estima. Beijar melhora nosso temperamento. Beijar equilibra nossos hormônios. Beijar realmente é algo espetacular. Mandar um beijo a distancia demonstra amizade. Um beijo no rosto demonstra respeito. Um beijo na testa transmite ternura. Um beijo na mão demonstra devoção. Uma bicotinha demonstra carinho. Um beijo na boca demonstra intimidade. Eu não conheço contra indicação para o beijo. Beijar faz bem. E como faz. Realmente transmite mensagem sem palavras. Bendito sejam os lábios que nos proporcionam este prazer.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM 



Comentários



TEUS OLHOS
30/03/2010 às 23:13

Olhos. Como são lindos os teus olhos. Hipnótico olhar você tem. Penetra dentro de minha alma. Faz-me ter muitos tipos de sentimentos. Às vezes teu olhar me consola. Às vezes estes olhos são tão sex. Às vezes teu olhar é tão terno. Às vezes tão meigo. Às vezes tão sério. Às vezes tão firme. Às vezes teu olhar me dá medo. Ás vezes é tão carente. Às vezes teus olhos são tão tristes. Às vezes tão alegres. Vivo cada momento do teu olhar. E isso é tudo que desejo. Sentir teu olhar sobre mim. E dele levar fechadas. De continuo ser por ele penetrado. Tenho ciúme deste olhar. Temo que penetre alguém que não seja eu. Temo que outro se apaixone por este olhar. Como um dia me apaixonei. Temo que alguém fique hipnotizado por teu olhar. Como um eu dia fiquei. Assim vivo olhando o teu olhar. Encarando um olhar duradouro. Assim são teus olhos.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM 



Comentários



LEMBRANÇA
30/03/2010 às 23:08

Não sei qual é pior. Sofrer por amar alguém que não posso ter. Ou viver a espera de alguém que não vem. Sinto na pele a dificuldade de ter de lidar com a falta de alguém. Alguém que por amor já tenho. Tenho sem ter. Angustiante espera incerta. Faltoso poder de ser. Ausente independência de poder. Poder de domínio pessoal. Coração carregado de emoções. Transtorna o equilíbrio da razão. De vida percebida angústia. Impacto impotência situação. A vontade é ignorada. A necessidade desprezada. De tudo que seria normal. Entre um macho e uma fêmea. Um homem e uma mulher. E a doce ilusão de te chamar de meu ou minha. Mesmo sabendo que ninguém é de ninguém. Mais difícil do que sufocar tudo isso dentro do peito. É ter que viver em constante disfarce. E acreditar que está tudo bem. Assim levar a vida sabe-se lá até quando. Diante deste espanto. Necessito aceitar a realidade. Você não é meu ou minha. Separados sem nunca estar juntos. Estando junto o tempo todo. E por vez especial. Pela distância estando perto. Como poderia dizer “é o amor”. Fica na minha lembrança. O mais belo dos olhos. O mais hipnótico olhar. O mais doce dos lábios. A mais sedosa pele. A voz suave e meiga. O inconfundível toque de tuas mãos. O calor de teu corpo. O prazer de tua presença. Assim melhor memória tem o corpo. Que reagem com a lembrança.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM 



Comentários



CULPA REAL E IMAGIN√ĀRIA
30/03/2010 às 22:53

O que aconteceu? Como entender o caminho que trilhou? Noites intermináveis dias longos. O meditar e recapitular a vida, lembranças de ocasiões diferentes, algumas são marcantes e inesquecíveis. Fleches de lembranças da infância, o pai havia brigado com sua mãe e saído batendo a porta após si. A mãe chora e xinga sem perceber a presença do filho. Se bem que estas senas não eram tão raras. O filho aproxima da mãe e diz: - mamãe não chore. A mãe abraça o filho e por alguns minutos fica assim juntinho sem palavra nenhuma pronunciar. O silencio é quebrado quando a mãe o solta e diz: - vai brincar. Michel saiu para brincar e como de costume leva seu amigo imaginário, juntos comentam sobre o acontecido. Michel diz ao seu amigo imaginário: - às vezes gostaria que meu pai não voltasse mais para casa, que acontecesse alguma coisa com ele prá lá. Antonio pai de Michel após o desentendimento foi até um bar e ali encontra vários amigos, começa a beber e jogar distraído não percebe que o dia passou, após despedir dos amigos volta para casa, no percurso já embriagado perde o controle de seu carro e vem colidir com um poste. Ainda naquela noite a família é informada do acidente. Isabel sua esposa chega ao hospital e constata que seu esposo havia falecido no acidente. O desespero toma conta, dor e remorso. Quando Michel fica sabendo do acidente e que seu pai faleceu, ficou desesperado, angustiado pelo ocorrido, o lembrara que havia desejado que seu pai não voltasse para casa. O remorso fora tamanho que resistia ver seu pai durante o velório. Um tio o convenceu. Os dias foram passando, Michel rompe com seu amigo imaginário, aproxima mais de sua mãe. No fim da adolescência, inicio da faculdade, começou sofrer de depressão, dizia ele: - Uma angustia aperta meu peito, o choro não vem, gemido nenhum sai de minha garganta, nenhuma lagrima brota de meus olhos, porem a dor é inexprimível. Após a faculdade de administração, Michel começou a trabalhar com vendas, viajara por todo o Brasil, o sistema de venda era feito por equipe formada de dois em dois. Era comum os parceiros não só trabalharem juntos, mas tomavam suas refeições juntos, saiam depois do expediente juntos, e dormirem no mesmo quarto. Porém Michel nunca compartilhou com José seu parceiro de venda seu problema com a depressão. À medida que Michel viajava, a depressão foi aumentando, tornando cada dia menos suportável. Michel começou padecer de complexo de culpa, culpa imaginária. Não compreendia a causa de tamanha tristeza, não entendia de onde vinha a culpa, nem sabia em que era culpado. Desesperado compra uma arma e começa carregar consigo. Numa noite como outra qualquer, estava Michel em um quarto de hotel, seu parceiro de vendas dormia tranquilamente, a crise de depressão começou e na esperança de se livrar desta culpa imaginária, toma sua arma e atira várias vezes em seu colega de quarto, que falece sem nenhuma chance de defesa. Preso em fragrante Michel é levado a julgamento, o advogado de defesa alega que Michel matou em momento de delírio e não havia intenção nenhuma de matar seu parceiro de vendas e de quarto. O juiz aceita o argumento da defesa e absorve o criminoso. No espaço que decorrera entre o crime, a prisão e o julgamento o preso Michel experimentou uma doce sensação de prazer, porque havia culpa real e ele sabia de onde vinha esta culpa. Ao ouvir a sentença do juiz e tomar consciência de que estava perdoado pelo crime cometido, caiu terrível terror, a sensação de culpa imaginaria lhe sobreveio. Ele avança no guarda do tribunal toma a arma e dispara contra o juiz que a pouco havia anunciado sua sentença de absolvição. E todos viram em seu semblante estampada a felicidade de novamente tomar posse de uma culpa real que neste caso era menos dolorida do que a culpa imaginária.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM 



Comentários



RESISTIR AT√Č O FIM
30/03/2010 às 22:48

Resistir até o fim. Resistir o que? Será que este fim demora? Carga pesada é esta resistência. A vida é feita de escolhas. As escolhas envolvem percas e ganhos. Às vezes as percas são maiores do que os ganhos. Não sabemos qual será o maior lucro. E se este lucro compensa a ansiedade. Se este lucro paga o sofrimento. Mais triste é saber no futuro que tomou a decisão menos acertada. Há escolha que não tem volta. Se a escolha for errada. Com o erro temos que conviver. Alguns erros nem com lagrima de sangue se pode consertar. A dúvida é cruel. Não respeita a verdade. A verdade liberta . A dúvida põe a verdade em dúvida. Somos culpados por não saber que a verdade é verdade. Somos culpados por não saber lidar com a dúvida. Se em uma escolha acertarmos a verdade ao invés da dúvida somos sábios. Se pela dúvida tomarmos a decisão errada errando a verdade então somos tolos. O fim da agonia. Saber se estamos certos em resistir vontades. Abandonar sonhos. Para abraçar uma decisão. Confuso. Nesta hora o sábio é testado em sua sabedoria. Tenho por certo que serei aplaudido se acertar. Bem como serei vaiado e criticado se errar. Só preciso resistir até o fim. Não sei quando será este fim. Alguém tem ai uma palavra cruzada para passar o tempo? Afinal não tenho escolha. Dizem que nunca é tarde para recomeçar. Dizem que o sábio nunca desiste. Ás vezes não há nada para recomeçar. Ás vezes já não há força para continuar. São tantos erros. Tantas decepções. Tantos começos e recomeço. Tantas limitações. Mas acho que vou resistir até o fim. Não sei bem o que estou resistindo. Mas vamos lá.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM 



Comentários



VIAJAR SEM DESTINO PARA CHEGAR
30/03/2010 às 22:40

Um barco do cais a distanciar. Cheio de tantos que se vai. Levando consigo lembranças. Deixando saudade. Rumo incerto. Por outros cais ancorar. São tantos com tantas histórias. Histórias interminadas. Histórias interrompidas. No peito a esperança. Talvez um dia a história terminar. Para algum concluído a história está. Para outros não há noção de como terminará. Vivendo um dia por vez. Em meias agruras da jornada. Vivendo da vida o revés. De tantas tempestades enfrentadas. Olhar fito no horizonte. Como quem aguarda chegar. Alguém que nunca partir. Se partir para nunca mais voltar. O ardor da dor da consciência do pra sempre. Amarga mais do que fel. Aberta mais do que coração do condenado réu. A cada vez que o barco ancorar. Ancora uma esperança forte. De rever, falar. Novamente o barco se vai. Olhar fita o barco distanciar. Até no horizonte sumir. Em terra um coração sucumbir. Inexplicável é este dilema. De espera e esperança. De ver e rever. Do que foi, vinha e não veio. De triste tristeza. Olhar firme e continuo no horizonte. Buscar por um barco específico. Que traga o que se precisa. Para encontrar e reencontrar. Descobrir e redescobrir. Saber para onde voltar. Se não voltar. Saber para onde ir. Se ninguém vir. Escapar deste sentimento de angustia mortal. Desejo ardente. De entrar neste barco. Sem rumo viajar. Até em destino algum chegar.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM 



Comentários



DEVER
30/03/2010 às 22:33

Escute o que o mestre vai dizer. Primeiro o dever depois o prazer. Se assim proceder. Toda dificuldade irá vencer. Todos os segredos há de aprender. Se colocar o prazer na frente do dever. Certamente muita dificuldade vai ter. A posição do certo e do errado vai inverter. Não terá instrução nem saber. Com teus olhos contemplaras a sabedoria perecer. Se podes escutar com teus ouvidos. Se pode crer com teu coração. Se pode raciocinar com tua mente. Atenta as minhas palavras. Melhor é o dever cumprido. Lugar do prazer é no prazer. Lugar do dever é esmerilar o dever. Não deixe o prazer matar o dever. Para que o prazer não mate o próprio prazer. O dever é a vida do prazer. Sem o dever de fome morre o prazer. Afinal é o dever que paga as contas do prazer. O prazer pode até viver algum tempo sem o dinheiro do dever. Mas logo o prazer não terá muito em que ter prazer. Portanto o grande segredo é cumprir o dever para ter prazer. Tenha uma vida cheia de prazer. Cumprindo seu dever.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM 



Comentários



TEMPERO DO AMOR
30/03/2010 às 22:28

Tantos encontros e desencontros. Queria te fazer participante de mim. De meus pensamentos. Do que sou. Mas o amor é assim mesmo. Cheio de sonhos e desejos. Cheio de esperança. Se não fosse assim. Assim não seria o amor. As vezes parece que o amor não tem pudor. Ânsia por viver as emoções. No corpo e no coração. Parece ignorar qualquer forma de conceito. Que pensadores fazem acerca do amor. Parece que a história, psicologia e filosofia esfriam o amor. Igualmente ignoramos qualquer forma de conselho. Que parece bater de frente com o nosso conceito de amar. Mas amor é amor em qualquer circunstância. Mesmo na fartura ou na escassez. No deserto ou no Oasis. No casebre ou no palacete. Assim é revelado através da história. Os amores que venceram grandes obstáculos. Criaram novos paradigmas. Mudaram costumes de gerações. Influenciaram a arte e a musica. Mas dizem que amor não tem pudor. As vezes parece que não tem mesmo. Quando deixar aflorar sentimento e emoções através do corpo. Sentimentos que por muito tempo permaneceram latentes. Despertados pela força da atração. Sem palavras. Apenas um olhar. Um toque. Um sorriso. Um gesto. Porém tudo interpretado. Tudo compreendido. Ciclonia perfeita entre dois corações. Depois de experimentar esta sensação. As lembranças já não saem da mente. Nem o desejo do coração. Daí tudo nos faz lembrar este momento. Uma música. Um lugar. Um perfume. Um poema. Um romance lido. Trouxeram lembranças. Fizeram voltar á acontecimentos. Não pensei que fosse tão rápida e profunda a ação do amor. Peguei uma caneta e registrei. Tudo que lembrei, vivi e senti. No papel ficaram registradas estas simples palavras. Que inspiram poetas. Dado momento santo. Dado momento um pouquinho depravado. Não tem problema. É para dar tempero. Aos encontros e desencontros. A saudade e o desejo de estar juntos. De querer participar e fazer participante. Desejar, viver e amar.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM 



Comentários



PENSAMENTO
30/03/2010 às 22:23

Você disse que havia pensado em mim hoje. Mas não me disse como foi este pensamento. Conta como foi. Conta o que imaginou. Sabia que imagino muita coisa? Sabia que penso como você pensou? Talvez criasse fantasias. Mas conta. Onde estávamos neste seu pensamento? O que fazíamos neste pensamento? Do que falávamos? Talvez aproveitasse o seu pensar. Para pensar em você. Aproveitei a imaginação de sua imaginação. Para imaginar cada coisa. Aproveito este pensar. Para pedir você que me conte. Enquanto você conta. Passo tempo com você. Logo o que quero é estar com você. Por isso se não quiser contar como foi seu pensamento. Ou se já esqueceu no que pensou. Invente alguma coisa para me contar. Assim posso falar te ouvir e passar tempo com você. Conta pra mim. Como foi seu pensar.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM 



Comentários



ROUPA
30/03/2010 às 22:17

Um gesto. Uma palavra. Inesperadamente a imaginação entra em ação. Ação não fica só na imaginação. Sussurro ao seu ouvido. Deixe que eu tire sua roupa. Não tenha presa. O amor é vivido assim. Peça por peça. A cada peça tirada uma seção de beijos. Olhando sua blusa. Imaginando o que ela oculta. Botão por botão. Em quanto desabotoa aumenta a pressão. Blusa no chão. Lábios latejantes. Roçam teus lábios em suave fúria. Aumento da respiração. Desprende gemidos sussurrantes. Tremulo. Minhas mãos palmilham seu corpo. Livrando de outras peças. Tudo é como na primeira vez. Sempre novo. Cada milímetro palmilhado. Corresponde um metro de prazer. Cada segundo vivido. É como uma hora de delicias e delírios. Esperança que o tempo parece. Como o tempo não para. Então nem eu. Respiro fundo. E vivo intensamente este momento. Não me importo de ser repetitivo. Se tiver outra oportunidade. Começarei tudo de novo. Começando com uma brincadeirinha. Vamos ao êxtase. E quando voltar ao normal. Roupas vão estar espalhadas pelo chão. Lençol desarrumado. E aquela carinha de muito prazer. Assim é na minha imaginação. Assim faço acontecer.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM 



Comentários



VIDA MINHA
30/03/2010 às 22:12

Vida, vivida com vida. Luta a vida pela vida. Vive o viver em vida. Assim a vida é vivida com vida. Se vivo esta vida. Porque há uma vida que vive o meu viver. Se vivo este viver compartilhado por uma vida. Logo minha vida é vivida com muita vida. É vida da minha vida.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM 



Comentários



HER√ďIS
30/03/2010 às 22:07

Há momentos que a dificuldade é muita. Olhamos para todos os lados buscando ajuda. Multidão de pessoas passa por nós. Nenhuma tem uma palavra que possa nos dar. Nenhuma sequer sabe como nós ajudar. Todas correm atrás de seus próprios problemas. Nesta corrida nos atropelam. O tempo é inimigo de todos. O relógio é o grande patrão. Somos mendigos possuindo carros e casas. Somos ricos passando necessidades. Somos famintos ainda que fartos. Somos sedentos a deriva no oceano. Somos tristes sorrindo. Uma mão é estendida pedindo ajuda. De repente é lançada uma moeda. Assim foi interpretada a ação. De repete uma luz. Alguém que caminha na mesma direção. Sem perceber nos arrastam consigo. Quebra a escuridão. Protegem-nos daqueles que busca nossa ruína. Guardam-nos daqueles que sem perceber nos atropelam. Não permite que haja permanência de riscos. Tudo com a sua presença. Sem palavras porem com ações. Estes são para mim heróis anônimos. Sem se dar conta nos salvou. Talvez jamais saiba seu nome. Nem ele o meu. Mas o beneficio jamais será esquecido.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM 



Comentários



NOITE ESCURA
30/03/2010 às 21:42

Noite escura. Seu negro manto é aberto. Seu segredo descoberto. Sua latência desvelada. Sua penumbra rompida. Um astro reina. De todos os pontos é enxergado. Seus olhos estão em todas as curvas. A velocidade na reta não lhe incomoda. A penumbra embaixo da copa das arvores. Não pode destruir por completo seu brilho. Noite clara. Assim é chamado o luar. Propícia ao romantismo. Aconchegante aos apaixonados. Inspiradora de poetas. Na arte amadora ou profissional. De colocar no papel. Os sentimentos inefáveis do coração. Inspiração apaixonada. Há quem viva disso. Há quem escreve por prazer. Há quem assim o faz por não suportar. O ardor flamejante de incandescente paixão. Da noite todo momento aproveitado. No inicio para beijar e abraçar. No escuro para amar. No claro para poetizar. Assim a escura negra noite. Foi rasgada pelo luar. Rompida pela aurora. Vivido com paciência o dia. No aguardo da noite chegar. Sem se importar o tipo de lua. Que nesta noite aparecerá. Desejoso de novamente encontrar. Razões que nos faz rir e chorar. O encontro antecipadamente marcado. Por dois corações insaciáveis. Indescritível em palavras. Vividos nas ações. Se a lua não rasgar a noite escura. O ambiente em penumbra ficar. Certamente não haverá poesias. Porque o poeta ocupado estará.

 PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM 



Comentários



PORQUE FICO ABORRECIDO?
30/03/2010 às 21:34

Porque fico aborrecido e do que gosto mesmo. Fico aborrecido por que? Por que o supermercado me cobra no caixa todas as coisas que quero levar. Por que o garçon me cobra o valor de minha refeição. Por que alguém não permite que entre em sua casa sem pedir. Porque alguém não me deixa dormir com sua esposa ou filha. Por que o veiculo em sua mão preferencial não me deixa passar. Por que chego ao banco e pessoas na fila não me dão preferência. Por que ao ver uma mulher bonita o seu namorado não me deixa beija-la. Por que o táxi não me leva onde quero sem pagar. Por que ao ir ao posto para abastecer e tenho que pagar. Fico aborrecido quando eu sem devida instrução não me deixam pilotar um avião. Quando estou sem dinheiro ninguém me deixa ser médico para ganhar. Fico aborrecido porque o hotel não me deixa dormir de graça. Porque o INSS não me aposentou com dez salários logo depois que nasci. Não me passaram no concurso publico só porque não sabia nada do que estava na prova. Fico aborrecido porque que para trabalhar em um bom lugar tem que estudar. Fico aborrecido porque para comer tem que trabalhar. Fico super aborrecido com as cobranças de meus pais e professores. Fico aborrecido com este lance de conselho. Por que no meu trabalho e na minha escola tenho que cumprir horário. Eu gosto mesmo é de balada de segunda a sexta e me divertir muito. Eu gosto mesmo é viver a custa dos outros. Eu gosto mesmo é de sombra e água fresca. Eu gosto mesmo é de ouvir musicas de rebeldia e que motiva a toda tipo de desordem. Gosto mesmo é de ouvir pensamentos que me motive ao pouco esforço. Gosto mesmo é de mensagens que me leve abandonar a escola. Gosto mesmo é de não preocupar com meu futuro. Eu gosto mesmo é de todo tipo de arte que motiva a vida boa e a sexualidade. Gosto mesmo é de meios de comunicação que me afaste das informações. Gosto de todo tipo de critica que desvaloriza meus pais e Deus. Gosto de todo tipo de desordem sobre qualquer instituição. Por que sei que a educação é por conta do governo. Se eu tiver filhos haverá creches e escolas. Se for preso serei protegido pelos direitos humanos. Se trabalhar um pouquinho é só ferrar o patrão e terei o tostão. Se for mandado embora terei no mínimo quatro meses de seguro desemprego. Este meu pensamento ofereço a todos os políticos, pensadores, poetas, artistas, músicos, cientistas, comunicadores e educadores. Que de uma forma ou outra tem criado sonhos distorcidos da realidade social em crianças, adolescentes e jovens. Que tem ajudado a criança a conhecer seus direitos. Mas não tem ensinado seus deveres. Tem dado liberdades. Mas não tem dado limites. Tem ensinado autoridades. Mas não tem ensinado respeito. Tem dado escola. Mas não tem dado educação. Tem dado casas. Mas não tem dado lares. Tem entregado a chave da casa. Mas não tem entregado a chave do coração. Tem entregado a chave do carro. Mas não tem cobrado responsabilidade na direção. Tem dado a vida. Mas não foi ensinado respeitar a vida. Tem o ensino do dinheiro. Mas não foi ensinado a ganhar e gastar o dinheiro. Tem recebido o hoje. Mas não foi ensinado nem cobrado sobre o amanhã. Tem recebido o ensinamento para uma boa critica. Mas não foi ensinado a buscar soluções. Tem recebido o caminho. Mas não foi ensinado a trilhar. Tem recebido o ensino sobre o erro. Mas não foi ensinado arrependimento. Falta o ensino sobre a reflexão. A busca de alternativas. Analise do passado e presente para planejar o futuro. A responsabilidade sobre os atos. A motivação para planejamento de conquistas. A consciência do viver para servir, construir, transformar e compartilhar seus direitos e deveres. Não se deve esquecer que criança é um humano ainda pequeno. Humano pequeno que precisa de instrução de humano adulto. Humano pequeno que crescerá e tornará humano adulto. E será a semelhança dos humanos instrutores.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM 



Comentários



INFINITA BUSCA
30/03/2010 às 21:00

Perturbado pela saudade no peito. De nossos amigos e antigos amores. Na busca da compreensão. De quantas peças a vida nos prega. No julgamento de constantes ganhos e percas. No analise de nossa participação. No grau de culpa ou inocência. Na tentativa de absorção. Fabricamos respostas para nossas perguntas. Nos questionamentos que estão acima de nós. Interpretações que não podem ser feitas. Sentimentos que não podem mudar. Porque nada mudará a história. Por causa da significância dos atos. Vividos no passado ou presente. Não há vocábulo para palavras. Para expressar o valor de sentimentos. Procuramos respostas para todos nossos sentimentos. Porque amar é viver e também sofrer. Infinita é esta busca.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM 



Comentários



AINDA AMO VOCÊ
30/03/2010 às 20:57

Sinto teu desprezo. Mesmo não sendo seu desejo me desprezar. Luto com toda força do meu coração. Para este desprezo desprezar. É um sentimento muito ruim de sentir. É viver sufocante. Mesmo estando cheio de esperança o meu coração. Sei que este sentimento é só meu. Comigo estão todas nossas lembranças. De mala e cuia veio a saudade. Sei que não quer mais falar disso comigo. Mas a esperança é a ultima que morre. Deixo me levar pela vontade de ainda dizer algo pra você. Sentimentos ainda vivos dentro de mim. Do milhão de palavras que ainda quero dizer. A mais preciosa é. Amo você.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM 



Comentários



FANTASMA
30/03/2010 às 20:53

Não vejo ninguém. Ninguém que eu queira ver. O que vejo é distorcido. Daquilo que se espera ser. Quando presente está ausente. Quando ausente pelas gafes se faz presente. Se cala quando devia falar. Fala quando devia se calar. Anda quando devia parar. Para quando devia andar. Inconveniente na hora presente. Ausente na necessidade. Traste a ser tolerado. Peso morto a ser carregado. Por um tempo acreditei em mudança. Que um torto poderia ser concertado. A decepção veio sedo. A angustia me fez aceitar que estava enganado. Doravante mesmo existindo. Será ignorado. Por sua inutilidade. Como fantasma tratado. Só um fantasma.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM 



Comentários



O AMOR D√ďI
30/03/2010 às 20:50

A dor do amor. Do topo da cabeça aos pés. Frio na barriga. Calafrio e suor. Euforia e desanimo. Alegria e tristeza. O conhecido aperto no peito. Uma angustia infinita. Dor no coração. Que aperta e dói e como dói. Ah que confusa razão dos sentidos. Loucura insana ações. Prezo ao afeto desejo. Estado febril sem febre. Ardente presença fantasma. De um abraço vazio. Um grande amor distante.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM 



Comentários



O QUE √Č O AMOR?
30/03/2010 às 20:47

O AMOR... Ah, o AMOR! O AMOR quebra barreiras. Une facções. Destrói preconceitos. Cura doenças... A vida decente sem o AMOR! O amor é um sentimento profundo. Arraigado em nossos corações e mente. Que não precisa de palavras para se expressar. Expressa num olhar. Num toque de carinho. Formoseia e alegra nossa alma. Algo gostoso de sentir e viver. É um sentimento que levanta nosso ego. Estimula-nos a viver intensamente. Rejuvenesce e cura doenças. O amor é. Magnífico. Extraordinário. Maravilhoso. Singular. Ame em tempo e fora de tempo.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



O QUE √Č MAIS IMPORTANTE PARA VOC√ä?
30/03/2010 às 20:43

Parei para pensar em algo importante para mim. Algo muito importante. Acho que nunca havia parado para pensar nisso. Pensar o que realmente √© importante para mim. Mas em grau de import√Ęncia √© a presen√ßa de Deus em minha vida, a minha f√©. Depois a minha liberdade. Minha casa, meu transporte. Por grau de import√Ęncia. A pessoa amada. Meus amigos. Mas volto √† pergunta para voc√™. O que √© realmente importante? Pense, medite, por ato de elimina√ß√£o. Elimine os que s√£o menos importantes. Ent√£o descreve em um papel. E ter√°s o que neste momento √© realmente importante. Lembre que todas as coisas que se conquista. √Č com esfor√ßo, trabalho e amor. PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM

Comentários



CODIGO DO AMOR
30/03/2010 às 20:37

Quem pode interpretar o código do amor? Há muitas mensagens sem palavras. Há muitas confissões sem interpretações. Há muitos gritos surdos. Escondidos no mover do humano. No labirinto do coração. Nos entrelaçados da mente. Escondido nas linhas escritas pensar. Sem haver quem possa interpretar. A mensagem codificada do amor.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM 



Comentários



RENASCER
30/03/2010 às 20:30

Renascer é ter uma nova chance. É aceitar a transformação de uma nova etapa. A borboleta é exemplo de que a vida é cheia fases. Temos que passar por todas. No começo é apenas uma larva. Transforma em linda largata. Mas a maior beleza ainda esta por vir. Isso só acontece na metamorfose. Quando enfim a borboleta deixa seu casulo. Para transformar numa das mais belas criaturas da natureza. Em seu vôo embelezará o céu e jardins. Colírio para nossos olhos. Aceitar transformações é candidatarmos a beleza. Cada vez que me transformo renasço. No nascimento somo inocentes porem sem experiência ou conhecimento. No renascimento não há inocência porem muita experiência. Onde erramos acertaremos. Onde acertamos nos aperfeiçoamos. Talvez não livraremos das fadigas cotidiana. Nem escaparemos do sofrimento por amor. Mas viveremos com mais intensidade. Não perderemos tempo com palavras ofensivas. E não daremos valor as coisas insignificantes. Valorizaremos o que realmente tem valor. Isso só é possível após cada etapa vencida. E cada vez que nos renascemos. Brilhamos como sol em sua força ao meio dia.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM 



Comentários



CICLO DA VIDA
30/03/2010 às 19:57

Você não se lembra. Você estava ainda num mundo só seu. Mas já vivia em meu coração. Sentia seus primeiros movimentos. Ansioso desejava a sua chegada. Entendi que uma das coisas mais importante na minha vida era você. Você nasceu e parecia não me conhecer. Você cresceu mesmo parecendo não se importar. Amadureceu e parece não compreender ainda muitos sentidos da vida. Não importa. Eu mesmo ainda não entendo muitas coisas. Hoje vejo você na eminência de ser mãe. Repetindo todo sentimento pela filha. A espera da chegada. Viver cada momento de seu aprendizado. Acompanhar o crescimento. Até o dia que irá partir. Assim o ciclo da vida se repete.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM 



Comentários



ENSINA-ME
30/03/2010 às 19:53

Ensina-me. Como posso te agradar. Impotente sentimento. Presente nesta lacuna. De vazio não preenchido. Capaz de compreender. Da problemática solução. Ensina-me. Como posso te agradar. Fazer-te feliz. Conhecer o segredo. Do desfrute da intimidade. Sem medo e sem censura. Ensina-me. Como posso te agradar. Revela os teus pontos. Desejos e encantos. Deixa-me te conhecer. Ensina-me. Como posso te agradar. Deixa-me te conhecer. Estar em mim. Estar em você. Na teoria e pratica do amor. Te conhecer é viver o teu viver. Vida germinando vida. Te agradar é meu prazer.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM 



Comentários



DA PAIXÃO AO AMOR
30/03/2010 às 19:49

Hoje lembrei do começo de minha paixão. E aquele desejo incontrolável. Levou-me a um sentimento assustador. Inevitavelmente a vontade louca de estar junto ao outro. Assim conheci acontecimentos diferentes. Tantas Transformações repentinas de sentimentos. Tudo para mim era novo. Tudo muito gostoso de viver. Sabe parece que queremos viver tudo agora. Parece que aquilo que sentimos não vai demorar muito conosco. Com o tempo o amor. Transforma todo este sentimento. Em sentimento tranqüilo e harmonioso. Percebemos que o que sentimos. Já está seguro no coração da pessoa amada. Sentimos segurança no amor do outro. Isto que pude analisar. Baseado em meus sentimentos. A transição da paixão para o amor.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM 



Comentários



QUARTO
30/03/2010 às 19:43

Há noites em nossas vidas. Mas parece uma prisão. Quando a angustia mesmo sem convite vem pernoitar. As horas passam desconfortavelmente. O sono não vem. A visão que temos é de nosso quarto. Quatro cantos. Quatro paredes. Quatro metros do piso ao teto. Quatro portas têm o guarda roupa. Quatro pares de sapatos espalhados pelo chão. Quatro moveis neste cômodo. Quatro horas da manhã. Buscando aos quatro ventos. Todo o exterior introjetado neste interior. O reflexo do deste quarto é o reflexo do meu interior. Interior interiorizado. Preso sob uma laje de bronze. Sufocado pela angustia. Insônia é companheira. O silêncio é meu conselheiro. Palavras não confortam. Não há desejo por manjar. Não há para onde ir. Nem a quem falar. Cada minuto de tortura. É vivido com muita dor. Assim é o histórico desta eterna noite. Que ansioso aguardo o romper da aurora.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM 



Comentários



O QUE PENSO
30/03/2010 às 19:39

Eu penso que n√£o tenho muita vis√£o. Se um dia morrer rico ou pobre. Eu n√£o sabia o resultado. N√£o tinha vis√£o deste futuro. N√£o era um super esperto. Se morrer pobre talvez leve azar. Se morrer rico levei sorte. Porque n√£o sei o que vai dar certo ou errado. Nem sempre sei o que √© melhor ou pior. Nem sempre sei como tomar a decis√£o mais acertada. Submeto diariamente analises de minhas a√ß√Ķes. Sei que o julgamento p√ļblico √© constante. Por√©m n√£o me causa mais dores. Ininterruptos s√£o os desejos e sonhos. Certo estou de suas realiza√ß√Ķes ou n√£o. N√£o por falta de trabalho ou f√©. Talvez porque algumas coisas que desejo. Teria apenas breve significa. Mesmo ardente desejo no momento. E depois da conquista. Seu destino seria um quarto de despejo como muitas outras coisas. Vivo intensamente cada conquista. A for√ßa de minha alma est√° em cada publica√ß√£o que fa√ßo. H√° muita vibra√ß√£o nos meus sonhos realizados. Compartilho com aqueles que se alegr√£o na minha alegria. Certo estou daqueles que s√£o verdadeiros amigos. Que est√£o comigo em todos os momentos de minha vida. Certo estou dos que tem por mim admira√ß√£o. Que de constante l√™em minhas publica√ß√Ķes. Enviam coment√°rios ou elogios. Sei dos que me julgam pretensioso. Isto n√£o me incomoda. Eu em particular me acho um homem realizado. De muito sucesso e aben√ßoado por Deus. Como num poema que li. ‚ÄúN√£o tenho tudo que amo, mas amo tudo que tenho‚ÄĚ. PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM

Comentários



FUI
30/03/2010 às 19:32

Ansiosamente te esperei. Despreocupadamente me procurou. Acidentalmente me achou. Como estranho me tratou. Mesmo me encontrando. Não era eu o seu desejo. Fito e fixo em minha frente. De olhar alvo distante. De corpo presente alma ausente. Presença anatômica vivo porem gelada. Na união sem comunhão. O gelo petrificaria a incandescente larva vulcânica. É o só acompanhado. É o solitário na multidão. É o tolo apaixonado. Que sina desmerecida. Suportar o gelo da morte. Morrendo vivendo. Vivendo lutando. Convicto na chegada hora da libertação. Deste jugo desigual. Peso morto. Para viver intensamente. Dar-me oportunidade de amar de verdade. Quer saber. Não me deu valor. Não me merece. Fique com sua friagem. Até nunca mais. To noutra. Fui.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



PORQUE ESCREVO
30/03/2010 às 19:27

Meu corpo pesado como chumbo. Minha mente leve como pluma. Meus olhos pesado quer descansar. Minha alma leve quer voar. Os pensamentos fluem. Quero escrever. Perco-me em palavras. Porem sem medo de errar. Disseram-me que no maior numero de registro. Há maior numero de erro. Penso que errar é humano. Acertar também. Errar tentando acertar é critico, mas é sábio. Nunca acertar por medo de errar é tolice. Enquanto escrevo eternizo meu pensar. Sei que não escaparei nem dos elogios nem das criticas. Mas certo que acharei corações afáveis. Vozes de mestres. Mentes cátedras. Para decifrar o código camuflado do amor. Espalhado pelas linhas escritas. Por este humilde apaixonado pelo ser humano.

 PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



INSPIRAÇÃO DO POETA
30/03/2010 às 19:24

Não poucas as promessas de amor eterno. Enumeras histórias de ardentes paixões. Enfeitaram no passado as livrarias. Transbordam bibliotecas nos dias atuais. Preencherão discos de memória no futuro. Insaciável inspiração. Produz ininterrupta arte de expressar. Todo pensante é um poeta. Que produz enquanto curte. Que curte enquanto produz. No interior e exterior encontramos fontes inspiradoras. Uns com duração eterna. Outros com manifestações temporárias. Logo todos somos poetas. Só preciso um pouquinho de amor. Para começar ver tudo bonito. Só preciso de um pouquinho de paz. Para começar ser feliz. Só preciso de um pouquinho de dificuldade. Para começar agir de outra forma. A forma do amor. Amor que inspira o poeta.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM 



Comentários



PORQUE?
30/03/2010 às 19:19

PORQUE? O que? Por quê? Porque o que? Quando, onde e como? É sábio ou tolice perguntar porque? É prudente saber o que? Sempre sabemos quando? Temos certeza de onde? Podemos responder o como? Será que somos quem não sabe o porque? Sabemos pelo menos o que? Onde está o onde? Quando o porque sai com o que? Há porque, como, o que, onde e quando? Cinco perguntas filosóficas. Para nos ajudar e atrapalhar. Só depende de como vamos usar. Parece complicado. Mas estão presentes em nossas vidas. Faz parte de nosso cotidiano. Está na boca dos sábios e do leigos. Faz parte da compreensão e confusão. Ajuda e atrapalha a comunicação. Foi um prazer estar com você. Boa meditação.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



NUVEM
30/03/2010 às 19:04

Nuvem, que mistério te envolve? Em sua aglomeração de átomos e moléculas. Muda de formato o tempo todo. Atenção do homem está em seu movimento. Em seu leito é movida pelo vento. Sua cor turva escura anuncia a chegada da chuva. Na sua cor de algodão produz sombra em dia ensolarado. Em sua cor avermelhada anuncia a chegada do frio. Na cor amarelada pelo raiar do sol anuncia a aurora. A sua completa ausência durante o dia revela a beleza do azul do céu. Durante a noite expõe o intrigante brilho das estrelas. Por quatro estações mostra quatro fases da lua. O homem sem palavra é comparado a nuvem levada pelo vento. O homem irritado é comparado a nuvem em tempestade. O homem triste é comparado a dia nublado. O homem enrolado é comparado a nuvens espalhadas que não chove nem molha. O homem calmo e pacifico é comparado á nuvem que faz sombra. Foi uma nuvem que acolheu nosso senhor quando foi assunto ao céu. Foi uma coluna de nuvem que fez sombra para o povo de Deus no deserto. Nuvem, talvez pouco inspiradora para os poetas. Confundida com outras nuvens como. Nuvens de fumaça, nuvens de gafanhotos. Es porem responsável por molhar a terra seca. Regrar as plantas e refrigerar nossas vidas. Porque em sua composição está o liquido mais precioso. Para todos os seres vivos. Sei que te ignorei. Desconhecia sua grande importância. Talvez demorei a crescer em relação a você. Nas minhas lembranças de infância o teu deslizar. Para mim em meu temor o mundo iria acabar. Por muitas vezes desejei pegar-te com a mão. Imaginei em você o sabor do doce algodão. Depois de crescido e esquecido. A tua presença já não era como na infância. Como adulto e inteligente. Contribui com a poluição do seu estrado. E tu mandaste de volta em forma de chuva acida. Sei que não foi por vingança. Era necessário chamar a tenção. Não foi por maldade que eu agi errado. Foi por ignorância e descuido. Com atenção vou prestar mais atenção em você nuvem.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



ASSIM √Č O AMOR
30/03/2010 às 19:01

Era uma flor. Radiante, cheirosa. Algumas pétalas ainda no chão. Outras pétalas foram arrastadas pelo vento. Algumas carregadas por formigas. Outras comidas por insetos. Mas antes que a lembrança daquela flor desapareça. Um novo botão desabrocha. Novas pétalas. Novo cheiro. Nova beleza irradia o jardim. Faz-nos esquecer dos espinhos. Do período em que não havia flor. Sua beleza admirável. Sua mensagem sem palavras. Convida-nos a contemplação. Assim é o amor. Manifestando suas varias faces. Há dias que parece se inexistente. Parece que restou apenas lembranças. Suas partículas foram levadas pelo vento e o tempo. Tudo parece incerto. Der repente um desabrochar. E toda beleza e aroma do amor está de volta. kkkkkkkkk e toda tristeza cai no esquecimento. E tudo vira só alegria de novo.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



DOR, SAUDADE E AMOR
30/03/2010 às 18:56

Hoje reli todas suas cartas. Ouvi todas as promessas de amor. Hipnotizado, petrificado ficou minha alma. Em vez de alegria. Um sentimento estranho invadiu meu ser. Estava diante de uma tragédia. Como se meu único fio de escape. Houvesse arrebentado. Meu corpo em queda livre. Percurso na espera do fim. Viagem por um interminável despenhadeiro. Inesperado novo sentimento. Refazendo minha anatomia. Renovando meus sentimentos. Foi então que. Da garganta sem voz um gemido. No peito torturante batida. Desarmônico descompasso coração. Na mente ardente saudade. Imagem vista nos olhos. Sabor de teus lábios nos meus. No teu interior o meu calor. No meu exterior o teu corpo. Meu olfato teu cheiro. Em minhas mãos o passear por tua pele. Saudade. Senti sua falta. Sabia que você era importante para mim. Sabia que sua falta me fazia falta. Não sabia que sua falta me fazia tanta falta assim. Alegrei-me por sua existência. Entristeci-me por sua ausência. Como sou impotente. Por um momento me senti fraco e debilitado. Senti tua marca em minha vida. E como boi ao matadouro. Morte sem causa. Condenado ao esquecimento. Insignificante. Que prazer há na lembrança? Como esquecer um grande amor? Sábio ou tolo. Qual a recompensa? Resposta quem dará? Latejar do meu corpo. Dor que tortura e consome. O pensamento ignora o sofrimento. Procuro você como garimpeiro procura o diamante. Removendo a terra. Cavando buraco. Derrubando barranco. Lavando cascalho. Causticante sol em seu lombo. Olhos nas pedras. Não sabe se terá sorte. Enriquecer-se-á antes de sua morte. Num fio de esperança. Todos os dias lançam ao trabalho. Em busca constante. Por tão sonhada pedra preciosa. Assim foi o curto circuito que me abateu neste dia. Alegria e tristeza. Dor, amor e saudade.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



SONHO RUIM
30/03/2010 às 18:51

O sonho que tive esta noite foi um sonho ruim. Caminhávamos juntos. Você me presenteou com declarações de amor. Promessas eternas aos meus ouvidos soavam. Corríamos como gazelas. Sem medo do caçador. Prometeu nunca me abandonar. E tudo de ruim que havia passado. Era apenas um sonho ruim. Disse que eu era seu maior tesouro. O diamante lapidado. Não cabia em mim tamanha felicidade. Como num piscar de olho não te vi. Procurei-te por todos os lados. Ainda sentia tua presença. Sentia o teu cheiro. Ouvia tua voz. Pedi que aparecesse. Pedi que não brincasse comigo assim. Gritei: o sonho ruim já passou. Em vão pedi que voltasse. Eu não queria acreditar que isso estava acontecendo. Meu mundo acabou. Não havia remédio que aliviasse minha dor. Não havia conselho que me confortasse o coração. Então chorei, chorei muito. Até não restar nem força nem lagrimas. Em soluços acordei. De volta a realidade. Por um pouco de tempo esquecida. Com insuportável dor no peito. Gemendo a inexprimível angustia dor. Da ferida ainda não cicatrizada. Da realidade do abandono. Que por um pouquinho de tempo. Pensei ser um sonho ruim. Sonho que sem piedade lançou na ferida aberta. Uma ponta aguda ferro. Sonhei com você.

PSICANALISTA.JOEL@HOTAMIL.COM



Comentários



CUIDE DE MIM
30/03/2010 às 18:47

Cuide de mim Quero que você cuide mim. Como se fosse uma rosa de seu jardim. Não me deixe faltar adubo nem água. Nem ficar sem sua guarda presença. Cuide bem de mim. E lhe darei o aroma de um jasmim. Para mim olhe sempre. Não seja uma jardineira ausente. Uma planta bem cuidada produz bela flor. Uma flor bem regada se torna viçosa e libera o mais suave odor. Amo você e sabes como é grande meu amor.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



PROCUREI
30/03/2010 às 18:44

Hoje te procurei. Não te encontrei. O que vi não era você. O corpo parecia te pertencer. Desconhecia-me no prazer. Parecia não me conhecer. O corpo estava presente. Mas a mente estava ausente. Talvez um novo amor tenha me substituído. Tenho medo que tenha se apaixonado por outro viril. Em meus caminhos te procurei. Em outro caminho te encontrei. Parece que estou sonhando um sonho ruim. Minhas entranhas doem como cólica de rim. De medo meu corpo estremece. Na ansiedade minha alma desfalece. A angústia invade meu coração. Na incompreensão do meu amor. Irracional ameaça de perca. Diante do real fator que o cerca. Outrora mulher só minha. Segurança meu coração tinha. Em meu regaço repousava. Meu corpo tratava com carinho. Hoje te procurei e não encontrei. De tristeza então chorei. Palavras para te dizer não encontrei. Diante do amor de minha vida me calei. De angustia e dor então chorei. Te busquei e não achei. Meu medo é real. Já não é mais Leal. A tua vida construindo. Meu amor e meu mundo destruindo. Insisto em te dizer. O quanto me faz sofrer. Porque te amo e amo amar você. Mas tenho que parar de sofrer. Para meu alivio uma saída busquei. Solução para o problema encontrei. Na esperança de amar alguém de ti esquecerei. Sei que inda te procurarei. Com certeza não te encontrarei. Talvez por vezes chore. Por fim a liberdade.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



FORÇA DO AMOR
30/03/2010 às 18:40

A força de um vulcão em erupção. Não chega perto da erupção de minha paixão. A força de um furacão. Não se compara seu reflexo em meu coração. O impacto sísmico de um terremoto em ação. Perde longe para nossos corpo na hora do amor em delírio tesão. A energia desprendida de um relâmpago numa noite escura. É pequena diante da energia desprendida dos nossos órgãos doçura. O imperial som do trovão alarido. Causa menos impacto do que o gemido ao pé do ouvido na hora de um orgasmo concebido. Ao te fazer carinho uso delicadeza. Ao te abraçar forte uso firmeza. Sinto o aroma do perfuma desprendido de minha flor. Passeio minhas mãos em teu corpo sem nenhum pudor. Até chegar o segredo da vulva molhada. Estremece toda entranha no vai e vem de uma falange em roçada. Sedenta pelo encontro do amor. Ser preenchida inundada em gemido clamor. Sem temor de decepção. Pois seu amante jamais lhe permitiu conhecer a frustração. Num vai e vem cavalgada. Noite á dentro vasa madrugada. Até nossos corpos desfalecerem sem nenhuma força ter. Repousarem adormecidos no prazer. A nossa volta os efeitos semelhantes a de um vulcão. Terremoto e furacão, gemidos com efeito maior do que o trovão. Sem contar com nenhuma destruição. Apenas a energia do libido em ação. Liberada pela força da paixão. Te amo, Amo te amar.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



QUERO ENTENDER
30/03/2010 às 18:32

Escrever por escrever. Fazer por não ter o que fazer. Sem saber se algum dia alguém vai ler. Se ler, não sei se vai entender. Se entender, não sei se vai compreender o porquê escrevi. Que amar também é errar. Errar talvez seja acertar. Não sei quem sou só sei que estou. Perdido na imperícia de um amador. Na arte milenar do amor. A emoção de uma abrasadora paixão. Deixou-me ao chão. Minha identidade se perdeu. Quando no meu peito o amor nasceu. No principio felicidade. No final a saudade. De um amor que viveu. Na alegria de uma vida em apogeu. Traído pelo destino cruel. Degustei o amargo fel do abandono. Esta mulher sem piedade. Fria e cheia de maldade. Com a moenda sem compaixão. Moeu meu coração. Com o corpo caído em pé. Arrasto-me pela vereda da fé. A compreensão de uma noite perdida. Está na força de uma paixão vendida. Para a angústia solidão. De um desesperançado coração. Como paga a moeda da dor. Pela saudade de um grande amor. Que era e já não é. Bonito e bendito. Com fim amargo e maldito. Sem entendimento na razão e na emoção. Sem ter uma palavra de explicação. Para que eu possa chegar à compreensão. Escapar desta triste loucura. De doce lembrança amargura. Num momento a suave palavra; “te amo”. Nos mesmos lábios ecoa o engano. Com a mesma força que firmarão meus passos. Esta mulher foi meu fracasso. Com seu andar e olhar de donzela. Fez da minha vida uma mazela. Para outro entrega seus carinhos. Para mim restou dor e espinhos. Um grande amor morrer? Não posso compreender. Alguma coisa aconteceu. Não foi só o amor que morreu. Talvez nunca existisse. Foi só uma ilusão viril. Como acreditar no amor. Se todos que amam padece grande dor? São tantas ilusões. Que causam frustrações. Eu queria amar sem errar. Mas errei no amar. Sei que amar não é errado. Você algum dia ficará enamorado. Errado é amar a pessoa errada. E desprezar quem por ti é apaixonada. Mas como neste erro não se afogar. Em nossa existência viver e amar? Gostaria de entender. Por que o amor nos faz sofrer. Se você puder me explicar. Eu vou te escutar. Sei que para parar de sofrer. Eu preciso entender. Por que amar é viver.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



ESTAR S√ď
30/03/2010 às 18:28

Estar só embalado pela tristeza. Numa noite de amarga incerteza. Tão perto tão longe. Por alguém presente ausente. Por uma presença fria e indiferente. Daquela que foi e já não é. Sem nunca ter partido. Partindo um coração. Deixando na solidão. Um corpo caído ao chão. Sem força para levantar. Com pé desconjuntado para andar. Com coração que só sabe amar. Lagrimas nos olhos a derramar. Soluço no peito que chora. Sem alguém para ouvir. Ouvir o meu clamar. Clamor de misericórdia. Por amor de discórdia. Que me fez viver. Sorrir, agir e crer. Que era possível ser feliz. Num castelo de fada real. Um sonho de amor eterno. Rompido por uma sentença final. Certeza de quem não sou. De vê-la sem te-la. De conviver e viver sem prazer. Porque o meu prazer de viver. Consiste em amar você. Por isto estou tão só. Mesmo com tua presença. Seu desprezo impõe a ausência. Por estar tão só. Faz-me digno de dó.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



EU QUERIA
30/03/2010 às 18:23

Como eu queria que você me ajudasse. Que você lutasse por mim. Pelo menos para não me deixar sentir tão só. Ajuda-me, vai. Não me deixe ficar só. Ainda que eu queira ficar só. A solidão é perigosa. Tenha um pouco de paciência comigo. Se importe comigo não só em palavras, mas em ação. Faça-me um chamego. Fale palavras boas.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



BERÇO ESPLENDIDO
30/03/2010 às 18:13

Ó pátria amada. Por quanto tempo ainda repousaras em berço esplêndido. Porque não levantas e vá à luta. Por quanto tempo. Não dará ouvido ao que clama. Suportará ver o certo tornar errado. Tolerará o errado ser o certo. Por longo tempo. Teus filhos clamam por justiça. O justo se desfalece e não há quem os ajude. O livre tem vivido trancafiado dentro de seu próprio lar. O direito de ir e vir tem sido desrespeitados por manifesto em pontes e estradas. Por quanto tempo. A viúva e o idoso serão tratados com desrespeito. Os portadores de necessidades especiais tratado com ignorância. As crianças já não conhecem limite nem respeito. Não denunciamos abusos, violências ou abandono. Os adolescentes chegam à idade adulta sem garantia de trabalho. Na escola não se motiva o empreendedorismo. Por quanto tempo. Em nome da história... Desapropriará o proprietário. Ainda pensaremos que empobrecer o rico resolverá o problema do pobre. Obrigações do Estado muitas vezes será comprida por ongs e voluntários. A corrupção alcançará toda a esfera do poder. Não são muitos os que assim agem ou agiram. Seu malefício atingiu e atingirá a muitos. Já não há que restaure a ordem? São poucos os desordeiros. Suas ações são devastadoras. Mas agindo com rigor. Restauraremos a ordem. Ó pátria amada. Levanta deste repouso. Tu és bela e formosa. Terra adorada e pátria amada. Tu és gigantes dês do passado, presente e futuro. Nações admiram sua grandeza. Desejado por sua riqueza. Reconhecer estas verdades. Aceitar a necessidade de mudança. É despertar o gigante adormecido. O leão que repousa. Porque teus filhos não fogem á luta. Nem teme quem adora a própria morte. Tu és o meu Brasil. Do meu coração é terra muito amada. Em nada perde para outras nações mil.

Joel Vicente de Sousa

17 de março de 2010

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



CORAÇÃO DIFICIL
30/03/2010 às 18:04

Sabia que conversei com meu coração? Falei para ele que não vale a pena sofre por você. Ah, mas ele é tão difícil de entendimento. Não me deu ouvido e não quer me obedecer. Você acredita nisso? Antes que eu me esqueça! Ele te mandou dizer. Que te ama muito e pensa em você o tempo todo ta?

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



CONTRADIÇÃO
30/03/2010 às 17:57

Estou perdendo a razão. Estou cheio de contradição. Eu te amo te odeio. Eu quero você toda para mim. Eu te quero perto de mim. Desejo vela todos os instantes. Quero lhe falar todas as coisas bonitas que transborda meu coração. Abrir-lhe meu coração mesmo que você saiba o que há dentro dele. Mas a tristeza invade meu coração. Transtorna minha consciência. Lembro o quanto você brincou comigo. Brincou com minha sensibilidade. Brincou com meus sentimentos. Pisou o amor que é só teu. Bagunçou com meu viver. Deixou transparecer nunca ter me amado. Só se importou com seus sentimentos. Tratou-me como um objeto. Confessou-me que estava apenas carente. Sinto que você sabe como me torturar. Uma vida aos poucos dissipar. Faz de inocente, de desentendida. É indiferente ao meu sofrer. Às vezes diz por que você é assim? Como se não soubesse o quanto me esmaga com seu abandono. Veto-me á água que sacia minha sede. O alimento que sacia minha fome. Ah como eu queria te esquecer. Livrar deste amor que tem me causado tanto sofrimento. Angustia e solidão tenazmente me persegue. Poço de lagrima tornou minha vida. A força deste amor me impulsiona. Sufoca o ódio e um nó na garganta anseia por liberdade. Liberdade de gritar bem alto para todos ouvirem. O quanto eu amo você. Não sou louco apenas te amo, te amo muito.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



QUERER
30/03/2010 às 17:51

Eu só queria que você me quisesse. Como você não que me querer. Vivo neste sofrer. Mesmo que você diz que sofro por querer. Na verdade o meu querer é querer você. Mesmo sem querer sofrer. Sofro por que amo alguém. Que não quis me querer. Este sofrer é por viver sem você. Viver por viver. Viver querendo morrer. Vivendo por não morrer. Enquanto vivo quero você. Destinado a sofrer. Para você é difícil me querer. Para mim é impossível te esquecer.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



LEMBRANÇAS
30/03/2010 às 17:48

Na longa jornada da vida caminhávamos juntos. Os projetos planeja-vamos juntos. Juntos trocávamos idéia. Você me dava cartaz, me dava moral. Me fazia sentir alguém. Alguém muito importante para alguém. Porque eu tinha alguém muito importante. Este alguém muito importante é você. Tenta imaginar por um minuto só por um minuto. Como estou vivendo. Lembro de como sorríamos por qualquer coisa. O sorriso era espontâneo. Queria voltar a sorrir. Lembro que você me admirava. Tínhamos paciência um com o outro. Quando brigávamos a reconciliação não tardava. Importávamos-nos um com o outro. Ouvi de seus lábios por várias vezes dizerem que me amava. Ouvi você dizer que jamais de diria adeus. Um dia sem dó, misericórdia ou compaixão. Você me deu adeus. Onde encontrar forças para suporta a dor. Como tem sido um calvário suportar a saudade. Saudade de você. Como eu te amo. Mas só me restou saudade. Lembranças de momentos que me fez um homem de verdade. Lembranças de um tempo em que eu andava de pé. E tinha todas as razões deste mundo para ser feliz. Eu tinha você. Na consciência a lembrança e a saudade. No coração a esperança porque amo você.

PSICANAL ISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



VOCÊ QUIS ASSIM
30/03/2010 às 17:40

Você sempre vai estar em meu coração. Mesmo que o teu amor nunca poderá ser meu. Vou sentir muita saudade. Este adeus é mais difícil que imaginei. Esperava voltar para você. A chama do amor está acesa dentro de mim. Já não posso, mas chamar-te de meu amor. Nem ter você novamente. Não sei o que será de minha vida. Talvez seja o fim. Talvez sobreviva. Viver ou morrer não me livrara. Nem apagará as lembranças de um dia ter amado você. Você quis assim e assim será. Nada apagará a força deste amor. Nem consumirá a chama do teu olhar. Eu amo você.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM 



Comentários



NUNCA
30/03/2010 às 17:36

Nunca vou te esquecer. Mesmo que você queira que eu te esqueça. Mas eu sou tão esquecido que esqueço de te esquecer. Nunca deixarei de amar você. Mesmo que você não compreenda o quanto é grande este amor. Nunca terei seu amor. Mesmo porque seu coração não quis amar me amar. Nunca me livrarei desta dor. Ainda que tente com todas as minhas forças. Nunca te convencerei o quanto amo você. Nem com palavras nem com gestos ou ações. Nunca compartilharei contigo minha vida. Mesmo sendo a coisa que eu mais queria. Nunca a terei como nunca tive. Sonhando em ter.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM 



Comentários



OUTRORA
30/03/2010 às 17:34

Outrora beijos e abraços. Olhares sedutores entre amantes. Corpo no corpo, pele na pele. Lábios nos lábios. Sussurros nos ouvidos. Palavras doces e chamegosas. Caricias ardentes delirantes. Corpos entrelaçados. Linguagem sem fala. O pico era o clímax dessa sedução. Como fumaça tudo se foi. O que era já não é. Saudade de outrora. Saudade de você. Ti amo.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



DE ONDE VOCÊ VEIO
30/03/2010 às 15:42

Não sei de onde você veio. Mas estou feliz por ter vindo. Nem por que veio. Mas esperava por você. Sabia que viria. Sua chegada me trouxe esperança. Balançou minha vida. Colocou tudo de cabeça para baixo. Destronou a razão. Confundiu a lógica. Incendiou a paixão. Não se vá, nunca me deixe. Não saberia onde te encontrar. Não sei de onde veio nem por que veio. Sei que quero que fique.



Comentários



ABANDONADO
30/03/2010 às 15:26

Abandonado sem poder lutar.Ama-me, por favor, Preciso desse amor. Não se vá não me deixe só. Quero você, quero te querer. Como dói esta dor de amor. Não me deixe abandonado. Não faça isso comigo. Não me abandone, por favor. Sem você já não sei viver. E o que vivo é sofrer.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



TUDO TERMINOU
30/03/2010 às 15:23

Tudo terminou, minha luz se apagou O que restou em mim dor e solidão Um soldado ferido para a batalha Para mim nada restou Sozinho me deixou aqui Talvez sobre viva Já não sou capaz Sem você minha luz, fico na escuridão Perdi-me, não sei como me encontrar Lutando para não esquecer quem sou Na esperança de me levantar.

Comentários



DESPEDIDA
30/03/2010 às 15:20

DESPEDIDA A despedida é algo sem igual, Não passei pela morte não conheço a sua dor Mas a despedida é tremenda. A sensação é terrível Lagrima pela perca Saudade antecipada Por fim a real ausência Como dói.

Comentários



CURRICULUM
30/03/2010 às 15:16

 

                  

Joel Vicente de Sousa. Ph.D.,

 
 
Básico em Teologia pela  - EETAD
 
Médio em Teologia pelo STI - SEMINÁRIA TEOLÓGICO INDEPENDENTE  
 
Bacharel em Teologia pela FAETESP - FACULDADE DE ENSINO TEOLÓGICO DE SÃO PAULO.
 
Bacharel em Filosofia pelo ISEPERJ - INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO E PESQUISA DO RIO DE JANEIRO.
 
Bacharel em Psicanálise pela AUNIP - ASSOCIAÇÃO UNIVERSITÁRIA DAS FACULDADES DE PSICANÁLISE CLINICA DO BRASIL.
 
Licenciatura Plena em Educação Religiosa - CAEC - CENTRO AVANÇADO DE EDUCAÇÃO E CULTURA.
 
Licenciatura Plena em Pedagogia - FACULDADE REUNIDA
 
Pós-graduação em Psicopedagogia Clinica pela FAS – FACULDADE DE SELVIRIA.
 
Mestrado em Teologia pela FATEFI - FACULDADE DE TEOLOGIA FILADÉLFIA INTERNACIONAL.
 
PhD em Filosofia da Religião pela FATEFI - FACULDADE DE TEOLOGIA FILADÉLFIA INTERNACIONAL.
 
Atualmente acadêmico do V Simestre do curso de BIOLOGIA - UNIUBE – UNIVERSIDADE DE UBERABA.
 
Professor na rede publica estadual ensino médio matérias: Filosofia, História e sociologia.
 
Professor na rede pública municipal ensino básico matéria: História, Ed, Religiosa
 
Professor universitário das Faculdades de Psicanálise e Pós-graduação – AUNIP,FAS E FACO. Cadeiras: Filosofia, Antropologia, Terapias alternativas e Análise de desenho.
 
Professor de Teologia Pastas: Tipologia Bíblica, Escatologia, Filosofia Cristã, Psicologia Pastoral, Vida Cristã e Família Cristã.
 
Membro do CNPB. Conselho Nacional de Pastores do Brasil - 8090
                     CRT.   Conselho Regional dos Terapeutas - 46049

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM

66 9987 1325.



Comentários