Perfil:
Joel Vicente De Sousa


Arquivos:

Amigos (0)::


SONHO RUIM
30/03/2010 às 18:51

O sonho que tive esta noite foi um sonho ruim. Caminhávamos juntos. Você me presenteou com declarações de amor. Promessas eternas aos meus ouvidos soavam. Corríamos como gazelas. Sem medo do caçador. Prometeu nunca me abandonar. E tudo de ruim que havia passado. Era apenas um sonho ruim. Disse que eu era seu maior tesouro. O diamante lapidado. Não cabia em mim tamanha felicidade. Como num piscar de olho não te vi. Procurei-te por todos os lados. Ainda sentia tua presença. Sentia o teu cheiro. Ouvia tua voz. Pedi que aparecesse. Pedi que não brincasse comigo assim. Gritei: o sonho ruim já passou. Em vão pedi que voltasse. Eu não queria acreditar que isso estava acontecendo. Meu mundo acabou. Não havia remédio que aliviasse minha dor. Não havia conselho que me confortasse o coração. Então chorei, chorei muito. Até não restar nem força nem lagrimas. Em soluços acordei. De volta a realidade. Por um pouco de tempo esquecida. Com insuportável dor no peito. Gemendo a inexprimível angustia dor. Da ferida ainda não cicatrizada. Da realidade do abandono. Que por um pouquinho de tempo. Pensei ser um sonho ruim. Sonho que sem piedade lançou na ferida aberta. Uma ponta aguda ferro. Sonhei com você.

PSICANALISTA.JOEL@HOTAMIL.COM



Comentários



Comentar post:

Nome/Apelido:


Email:


Comentário:



Não foi encontrado nenhum comentário!