Perfil:
Joel Vicente De Sousa


Arquivos:

Amigos (0)::


PERERECA
29/04/2010 às 20:24

O barulho vinha fora do quarto. Parecia familiar. Não estava no corredor. Nem na sala. Tão pouco na cozinha. O som vinha do banheiro. Não era vazamento no cano. O barulho continua, mas não vejo. Algo gelado em minha costa. Parecia morto ou gelatinoso. Porem estava bem vivo. Perereca. Uma perereca. Não sabia. Que uma perereca fosse tão fria. Como é estranha a experiência. Já há conhecia por informação. De pouca intimidade a vista. De testemunha histérica. Vivido pela experiência de outros. Mistura de terror e nojo. Contato físico com gélido animal. Não foi abraço de amor. Pequeno espaço de tempo. Medido em milésimo de segundo. Com duração eterna. Para se livrar. De inofensivo anfíbio. Gelado abraço. De uma perereca.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



Comentar post:

Nome/Apelido:


Email:


Comentário:



Não foi encontrado nenhum comentário!