Perfil:
Joel Vicente De Sousa


Arquivos:

Amigos (0)::


O CONFLITO
29/04/2010 às 21:25

Alguém disse que se penso logo existo. Se existo e penso logo vivo. Vivo minha vida e a dos outros. Talvez mais a vida dos outros do que a minha própria vida. Alguém disse que somos o que foram nossos pais. Mas ser meu pai seria a ultima coisa que eu gostaria de ser. Gostaria de ter minha própria identidade. Ser eu mesmo. Mas como saber se sou eu mesmo que vivo em mim? Como saber que o que vive em mim não sou eu e sim outro? Seriam minhas as decisões tomadas? Será que não tenho sido apenas uma cópia? Será que o que vejo é realmente o que vejo? Será que o que sinto é realmente meus sentimentos? Atém que ponto tenho me calado para ser aceito? Até que ponto tem sufocado meus pensamentos com medo de não agradar? Até que ponto compensa desagradar? Até que ponto os meus pensamentos são meus? Minha ideologia a mim foi repassada. Logo minha ideologia não é minha. Apenas aceitei. Mas se eu não aceitasse esta ideologia seria eu capaz de criar outra? Não posso dispensar os ensinamentos. Bons e ruins formam o que sou. O que faço ora faço segundo os meus pensamentos que julgo ser meus. Ora faço consciente que faço pela experiência a mim transmitida. Quando não sei por que faço então faço sem saber apenas visando o lucro. O conflito é grande. Não sou o único que tem conflito. Por isso tenho duas escolhas. A primeira é ficar no conflito e não viver minha responsabilidade de assumir minha vida. Assim seria cômoda a posição de vitima. A outra é deixar de se fazer de vitima do conflito e começar a viver. Sem se importar se a vida que vivo é minha ou de outros. Se meus pensamentos são meus ou de meus pais. Se meu comportamento é meu ou apenas um condicionamento. Ninguém vive neste mundo só e isolado. Todos vivem em prol dos outros. Um doando e recebendo do outro. Assim sou o que somos e vivo o que vivemos.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



Comentar post:

Nome/Apelido:


Email:


Comentário:



Não foi encontrado nenhum comentário!