Perfil:
Joel Vicente De Sousa


Arquivos:

Amigos (0)::


PÉS DESCALÇOS
10/05/2010 às 22:21

Pés descalços. Pisando sobre a lama. Lama de terra branca. Terra molhada pela água. Água do riacho fundo. Que de fundo só tem rasura. De rasura se vê o fundo. Vê-se o fundo pela clara água. Seu leito é estreito. Barranco quase ausente. Pouca água espalhada. Terra seca sedenta. Saciada por tal leito. Em cada curva um buriti. Atrai o sertanejo. Do suco do fruto o desejo. Ardente escalada. Posse do fruto troféu. Gratuito sacrifício pago. Na alegria da conquista. Regozijante joga o cacho de coco nas costa. Como entrou deixa o Oasis. Em meio à terra seca e sedenta. Cortada por um riacho. Cortado por pés descalços.

PSICANALISTA.JOEL@HOTMAIL.COM



Comentários



Comentar post:

Nome/Apelido:


Email:


Comentário:



Não foi encontrado nenhum comentário!